Acesso rápido
  Redação E-Commerce Brasil

Faturamento do varejo caiu 25% em média nos jogos do Brasil na primeira fase da Copa

Segunda-feira, 02 de julho de 2018   Tempo de leitura: 5 minutos

O Brasil se classificou para as quartas de final na Copa da Rússia, mas o resultado da primeira fase dos jogos para o varejo brasileiro foi de queda de 25% na receita de vendas, em média, nos três dias de partidas da seleção, comparando com dias comuns. Os dados são do Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA).

Na tarde da última quarta-feira (27), terceira partida da seleção brasileira na competição, as vendas no varejo caíram 24,5%, em comparação a uma quarta-feira comum.

Os setores mais impactados foram os de Vestuário, com queda de 49,6% em relação a uma quarta-feira normal, e o setor de Móveis, Eletro e Lojas de Departamento, que caiu 45,7%. Em ambos os casos, os dados apontam lojas com faturamento zero durante o período do jogo, o que indica que muitas optaram por fechar as portas durante o jogo.

Já o setor de Supermercados e Hipermercados sofreu impacto menor, mas ainda negativo, com o faturamento caindo 4,4%. O impacto é menos negativo pois antes do jogo há um pico de vendas, com os consumidores se abastecendo, mas depois uma queda forte, a ponto de mais do que compensar o pico da manhã.

O desempenho do setor de Alimentação em Bares e Restaurantes pode, a princípio, surpreender negativamente, tendo apresentado queda de 16,9%. Porém, quem puxa para baixo aqui são os restaurantes, que tiveram faturamento mais baixo no período do almoço que antecedeu o jogo. Isolando apenas os Bares, o impacto foi bem positivo, com alta de 43,7% comparando com uma quarta-feira comum. As Padarias também foram beneficiadas, mostrando um crescimento de 9,3%

Segundo jogo

A segunda partida disputada pelo Brasil na última sexta-feira (22) também teve forte impacto no varejo brasileiro, com queda de 19,8%, em comparação a uma sexta-feira comum, mostrou o ICVA.

Com o jogo pela manhã, o setor de Padarias foi beneficiado, com grande pico de vendas no início do dia com uma variação positiva de 7,1%.

O setor de Alimentação em Bares e Restaurantes teve impacto negativo, de 13,2%, principalmente na hora do almoço. Vestuário apresentou queda de 32,8%, sendo um dos mais impactados e indicando que o setor praticamente abriu somente após o jogo.

Primeiro jogo

A receita registrada pelo comércio varejista no domingo, 17, data da estreia do Brasil, foi, em média, 24,7% inferior à de um domingo comum, conforme o índice.

Em relação aos setores, o de Alimentação em Bares e Restaurantes fechou o dia com queda de 35,4%. Considerando apenas Bares, o setor teve um grande pico após o término do jogo (17h), porém, o dia como um todo teve a receita nominal caindo 6,8% na comparação com um domingo comum. Já o de Supermercados e Hipermercados foi beneficiado no início do dia, com pico registrado entre 11h e 13h, mas recuou 2,0% no domingo como um todo.

Segundo o ICVA, o setor mais prejudicado no dia do jogo do Brasil foi o de Vestuário, que encerrou o dia 17 com queda de 57,8%, frente a um domingo comum.

Deixe seu comentário

1 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

O projeto E-Commerce Brasil é mantido pelas empresas:

Oferecimento:
Hospedado por: Dialhost Transmissão de Webinars: Recrutamento & Seleção: Dialhost Métricas & Analytics: MetricasBoss

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.