Redação E-Commerce Brasil

4 tecnologias para criar a melhor experiência digital para o consumidor na Black Friday

Segunda-feira, 18 de outubro de 2021   Tempo de leitura: 4 minutos

Uma das datas mais importantes do ano para o varejo, a Black Friday já está virando a esquina. Assim como no ano passado, o consumo online continuou a crescer em 2021, o que impulsionou ainda mais fortemente o e-commerce e as transações digitais. Entretanto, o comércio eletrônico também precisa estar preparado para vender uma boa experiência digital para os consumidores.

Dados do E-commerce Brasil revelam que somente no dia da Black Friday de 2020, o faturamento no e-commerce alcançou R$ 3,1 bilhões, representando um crescimento de 24,8% em relação ao ano anterior.

Segundo Tiago Grinman, diretor de Vendas da Adobe Commerce, plataforma líder em projetos de e-commerce B2B e B2C, uma loja eletrônica pode ter uma ideia brilhante em termos de negócio, porém só apresentará resultados efetivos se ela for traduzida em uma boa estratégia digital com tecnologias que suportem a operação.

O executivo lista três soluções que podem auxiliar o varejo online a se preparar melhor para a data:

1. Inteligência artificial (IA) na busca e recomendação de produtos: apostar em ferramentas que otimizem em tempo real as consultas feitas em lojas eletrônicas de acordo com o perfil do usuário é um diferencial importante para qualquer comércio digital que procure ofertar a personalização da experiência do cliente.

Soluções como a Live Search, da Adobe Commerce, que dispõem de IA na recomendação de produtos podem ser aliadas poderosas, afinal, segundo estudo da Findwise, compradores online têm 91% a mais de probabilidade de utilizar o recurso de pesquisa no site do que usuários que só navegam pelas páginas.

“Filtros inteligentes, regras de merchandising, gestão de sinônimos e navegação por categoria são outras vantagens da IA no e-commerce que ajudam a diminuir o atrito do consumidor na loja eletrônica e, por consequência, aumentar a taxa de conversão”, explica Grinman.

2. PWA: do inglês Progressive Web App, o PWA é uma tecnologia híbrida para desenvolvimento de sites e aplicativos com otimização de desempenho e design responsivo. A tecnologia permite que as lojas eletrônicas tenham uma navegação mais ágil para os clientes, diminuindo a fricção no online.

3. Analytics: de acordo com Grinman, a experiência do consumidor também pode ser melhorada por meio de soluções de marketing digital, como a Adobe Analytics, que mapeia a jornada de compra do cliente e oferece insights em tempo real para as empresas aprimorarem a comunicação e aumentarem o nível de personalização em escala.

4. Plataformas para comércio eletrônico com alto nível de customização: por fim, Grinman destaca que cada loja eletrônica possui regras de negócios e estratégias diferentes, por isso ter uma plataforma de e-commerce extremamente flexível é fundamental para criar uma experiência digital para o consumidor que esteja alinhada aos objetivos da marca.

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER