Redação E-Commerce Brasil

Evino compra Grand Cru e se torna a 3ª maior importadora de vinhos do Brasil

Segunda-feira, 25 de outubro de 2021   Tempo de leitura: 2 minutos

A Evino, segundo maior e-commerce de vinhos da América Latina, comprou a Grand Cru, importadora e loja de vinhos no Brasil, que pertencia ao fundo de private equity Aqua Capital desde 2014. O contrato foi assinado neste final de semana após seis meses de negociações.

Com a aquisição, a Evino se torna o terceiro maior importador do Brasil, segundo ranking da Ideal Consulting. Está atrás da Wine, que chegou à liderança com a aquisição da importadora Cantu em maio deste ano, e da VCT, o braço da chilena Concha Y Toro no Brasil, que ocupa o segundo lugar. O valor da transação não foi revelado.

A compra gera uma empresa com faturamento estimado na casa dos R$ 700 milhões, segundo reportagem do Estadão. A transação precisa da aprovação do Cade. A aquisição será paga com recursos da geração de caixa do e-commerce e com uma linha de crédito.

A Evino comprou 100% da Grand Cru, o que inclui a participação de 77,5% do Aqua Capital e os 22,5% que ainda pertenciam às duas famílias argentinas que fundaram a importadora: os Levy tinham 15% e os Shayo,7,5%.

Mariano Levy segue como conselheiro da nova empresa, mas sem participação acionária, e deve ajudar na conversa com os produtores sobre a venda da Grand Cru.

Na junção de portfólios, a Evino se consolida como a maior importadora de vinhos italianos e franceses e passa a ter uma relevância significativa nos rótulos argentinos, de acordo com a publicação.

Leia também: O case da Evino: novos hábitos durante a pandemia aumentaram o consumo de vinhos no Brasil

Fonte: Estadão

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER