Redação E-Commerce Brasil

“Escolha sempre os canais de venda que mais se enquadram ao seu produto”, diz artesã do Elo7

Segunda-feira, 10 de julho de 2017   Tempo de leitura: 4 minutos

Uma pesquisa feita em 2013 pelo Sebrae demonstrou que, no Brasil, existem mais de 7 milhões de mulheres à frente de negócios no país. Para muitas empreendedoras, o e-commerce tem sido uma forma interessante de desenvolver a carreira profissional e ao mesmo de atender às necessidades da família. Este é o motivo principal para Tais Refinetti Martins, criadora da loja de moda infantil, Taioca e Isamara Neves Barbosa, criadora da Scrapisa, loja de produtos para festas infantis criarem suas lojas virtuais. Conversamos com Tais e Isamara sobre empreendedorismo online, confira:

ECB: Conte-nos um pouco da sua trajetória no empreendedorismo online. Quando começou? Por que começou a sua loja?

Tais: A taioca começou oficialmente no começo de 2014. Porém tudo começou em 2012 quando meu primeiro filho nasceu. Eu trabalhava como modelista em São Paulo e morava em Jundiaí. Tentei voltar a trabalhar com ele pequenino, mas não consegui. Por opção acabei ficando em casa. Nessa época parei para atender os pedidos do meu sobrinho. Ele tinha 3 anos e queria uma fantasia de búfalo. Como não achei nada criativo e confortável, resolvi produzi-la eu mesma. Achei que seria fácil, mas foram 4 protótipos até chegar na que realmente agradava. Aí veio um tubarão, um pássaro, um gato… As fantasias começaram a fazer tanto sucesso na escola que os pais começaram a encomendar. No final de 2012 me juntei à Ana, outra mãe empreendedora e montamos a taioca.

Isamara: Comecei em 2011 quando senti a necessidade de estar mais perto da minha filha, na época com apenas 3 anos. Queria sair da loucura do escritório e trabalhar home office, assim conseguiria conciliar a vida de empreendedora e mãe. Como desenvolvo produtos artesanais no setor de festas infantis, achei que a melhor forma de vender os meus produtos seria abrindo uma loja online.

ECB: Como é ser mulher e empreendedora no Brasil? Vocês acham que o empreendedorismo ainda é muito masculino ou já rompemos essa barreira?

Tais: Ser empreendedora de microempresa me possibilita dar a atenção, que considero necessária, aos outros aspectos da vida, a mim e minha família. Ou seja ter uma vida pessoal e profissional gratificante. Acho que hoje em dia, no meio no qual trabalho, o empreendedorismo é quase todo feminino e materno.

Isamara: Para ser mulher e empreendedora é preciso gostar do que faz, saber organizar o tempo, ter jogo de cintura para lidar com os imprevistos. Acredito que aos poucos as mulheres estão rompendo essa barreira de só ter homem empreendedor. Eu, inclusive, conheço várias mulheres que estão na mesma luta.

ECB: Qual é a principal vantagem, na sua opinião de vender online?

Tais: A principal vantagem de vender online é ter um custo com vendas bem reduzido. Não temos gastos com um ponto nem precisamos ficar o dia inteiro “presas” ao local, ou ter um funcionário. A loja online nos possibilita realizar as atividades de mãe, dona de casa e empresaria. Além de abrir portas para venda em outras regiões do país.

Isamara: A vantagem são os custos menores e também o fato de poder ser vista por todo o Brasil e fora também.

ECB: Qual sua maior dificuldade de vender online?

Tais: A nossa maior dificuldade vem do fato de trabalharmos com roupas. Muitos querem ver, conhecer o produto antes de efetuar a compra. Para suprir essa necessidade, participamos de bazares.

Isamara: A minha maior dificuldade é a concorrência do comércio eletrônico e preço do frete.

ECB: Como é a experiência de vocês em vender via marketplace (Elo7)? Por que?

Tais: Gosto muito de vender via Elo7 pelo tipo de marketplace que ele é. Diferentemente de outros, que vendemos também, eles valorizam o trabalho criativo e manual do pequeno empreendedor. Começamos vendendo por eles e continuamos. Vender via marketplace nos possibilitou ser conhecidos no brasil inteiro.

Isamara: Sim, o Elo7 pra mim é o melhor marketplace do setor de artesanato. Isso porque é fácil de montar a loja e só é cobrado a comissão de vendas.

ECB: Por ser uma loja de nicho, quais estratégias de marketing você usa para aumentar suas vendas?

Tais: Nossa estrategia de marketing é sempre divulgar os produtos nas redes sociais.

Isamara: Uso muito as redes sociais como estratégia de marketing.

ECB: Se você fosse dar um conselho para alguém que vai começar a vender online agora, qual seria?

Tais: O nosso conselho seria: antes de começar a vender online, avalie os canais de venda e opte pelo que mais se enquadra no tipo de produto que trabalha.

Isamara: Pesquise o mercado, faça um plano de negócio, faça cursos, participe de eventos, escolha um segmento que você goste. E principalmente: se tiver paixão pelo seu trabalho, vai se sentir muito mais motivado.

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Hospedado por: Dialhost Transmissão de Webinars: Leads Qualificados: Dialhost Recrutamento & Seleção: Dialhost Métricas & Analytics: MetricasBoss People Marketing: Dialhost

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.