Acesso rápido
  Redação E-Commerce Brasil

Em 2025, o e-commerce no sudeste asiático será de US$ 240 bi. E a Amazon já sabe disso!

Segunda-feira, 02 de setembro de 2019   Tempo de leitura: 3 minutos

Relatórios de 2016 e 2017 do e-Conomy SEA previam uma economia de internet de US$ 200 bilhões no sudeste da Ásia até 2025. Porém, tudo indica que a região precisará de menos tempo para atingir esse número. Afinal, hoje o sudeste asiático já está a mais de um terço do caminho da meta.

As empresas de tecnologia do sudeste asiático já levantaram metade dos US$ 40 a US$ 50 bilhões dos fundos esperados. Portanto, o último relatório e-Conomy do sudeste asiático 2018 do Google e Temasek projeta uma economia de internet de US$ 240 bilhões até 2025.

O mercado eletrônico no sudeste asiático

O ritmo recorde dessa economia da região em 2018 não foi uma ocorrência ao acaso. Os países do sudeste asiático estão em uma base sólida para o crescimento digital acelerado. Aqui estão algumas descobertas promissoras:

  • US$ 72 bilhões é o valor que a economia da Internet da região alcançou em 2018, mais do que o dobro desde 2015. O setor de Internet do sudeste asiático gerou valor que supera o produto interno bruto (PIB) de mais de 100 países do mundo em apenas três anos.
  • 350 milhões de usuários da Internet vivem na região. Desde 2015, mais de três milhões de asiáticos do sudeste, uma população maior que a de Chicago ou de Madrid, estão online pela primeira vez todos os meses.
  • US$ 102 bilhões! Esse é o valor esperado ao mercado de comércio eletrônico do sudeste da Ásia em 2025. 2018 foi o ano do comércio eletrônico no sudeste da Ásia, que dobrou de valor em relação ao ano anterior. E os três principais negócios de comércio eletrônico, Lazada, Shopee e Tokopedia, são players locais fundados e servindo a região.
  • 35 milhões de asiáticos do sudeste usam serviços de carona todos os meses. Oito milhões de corridas são realizadas todos os dias em 500 cidades. Unicórnios locais como GO-JEK e Grab estão estimulando um rápido crescimento em novos serviços, como entrega de alimentos, que compuseram uma indústria de US$ 2 bilhões em 2018.
  • US$ 24 bilhões foram levantados por empresas de tecnologia do sudeste asiático desde 2015, e a confiança dos investidores está aumentando. Os US$ 9,1 bilhões arrecadados no primeiro semestre de 2018 são comparáveis ​​aos US$ 9,4 bilhões de todo o ano de 2017. A confiança dos investidores se estende a startups menores, com investimentos em não-unicórnios crescendo quatro vezes no primeiro semestre de 2018, ano após ano.
  • 1,7 milhão de empregos em período integral serão criados na economia da Internet até 2025 para profissionais altamente qualificados, bem como oportunidades de trabalho flexíveis em setores como carona.

A Amazon e o sudeste asiático

Esses números explicam a intenção da Amazon em investir seus negócios no sudeste asiático — a gigante americana vem tentando uma parceria com a Gojek Group, startup localizada em Jacarta, na Indonésia. O interesse, nesse caso, seria utilizar a infraestrutura da empresa para expandir suas entregas na região.

Mais dados sobre a economia da Internet no sudeste da asiático pode ser visto no relatório e-Conomy Southeast Asia 2018.

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.