Acesso rápido
  Redação E-Commerce Brasil

Ebay acusa Amazon de ‘roubar vendedores’

Quarta-feira, 03 de outubro de 2018   Tempo de leitura: 2 minutos

Dois dos maiores marketplaces americanos podem estar prestes a começar uma guerra no mercado americano de e-commerce. Isso porque o eBay acusou a Amazon de promover uma “caça furtiva” (tradução literal para o termo “poaching”) aos seus vendedores.

Segundo a denúncia oficializada a órgãos de fiscalização nos Estados Unidos, funcionários da empresa de Jeff Bezos usam a ferramenta de comunicação entre eBay e lojistas para convencê-los a migrarem para a plataforma da Amazon. Isso ocorreria há anos e em diversos países.

“Nós descortinamos um esquema ilegal e problemático da parte da Amazon em que ela solicitava aos vendedores que mudassem de plataforma”, afirmou o Ebay em nota. “Nós solicitamos que a Amazon acabe com essa atividade ilegal e [informamos que] vamos tomar os passos apropriados, se necessários, para proteger o eBay”, completou.

A empresa afirma ter encontrado centenas de mensagens nas quais os empregados da concorrente buscavam driblar o monitoramento de conteúdo do eBay – por exemplo, ao adicionar letras e caracteres extras para disfarçar a palavra “Amazon” e sugerindo contato offline.

A denúncia afirma ainda que as atitudes violam uma legislação californiana sobre o acesso a dados e tentativas de fraudes.

Também em nota, a Amazon diz estar “conduzindo uma investigação sobre essas alegações”.

Fonte: CNBC

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

O projeto E-Commerce Brasil é mantido pelas empresas:

Oferecimento:
Hospedado por: Dialhost Transmissão de Webinars: Recrutamento & Seleção: Dialhost Métricas & Analytics: MetricasBoss

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.