Redação E-Commerce Brasil

É possível ter mais lucratividade sem gastar mais com mídia paga?

Quarta-feira, 07 de abril de 2021   Tempo de leitura: 6 minutos

Vamos direto ao ponto: de que adianta investir cada vez mais em mídia paga para levar seu público a um e-commerce que, no mínimo, poderia ser melhor? Até que ponto vale a pena aumentar o tráfego quando na verdade suas prioridades deveriam ser outras? Talvez já tenha passado da hora de contornar os problemas. Nesse caso, enxergue as dificuldades como chances de escalar sua loja virtual com otimizações reais. Sem rodeios, é hora de atingir o cerne e lidar com o que pode fazer o seu negócio online crescer de verdade.

Só para citar alguns problemas, é bem provável que seu e-commerce esteja passando por uma ou mais situações dessas:

  • Alta taxa de rejeição: você já parou para analisar os motivos disso? Qual a origem dessa rejeição? Ela acontece em páginas ou seções específicas da sua loja?
  • UX ruim: se seus produtos ou serviços forem ótimos, mas a experiência do usuário no seu site for péssima, de nada adianta. Talvez todos os seus demais esforços sejam desperdiçados por isso.
  • Poucas vendas: há necessidade de revisar seu público-alvo? Seu e-commerce está otimizado para SEO?

Sem falar que quaisquer custos acima da média – incluindo o alto investimento em tráfego – podem afetar negativamente seu ROI e, além disso, não necessariamente possuem relação direta com o que mais importa: sua taxa de conversão de vendas.

Mais tráfego nem sempre significa mais conversões

Isso porque o tráfego não é proporcional à sua taxa de conversão. Primeiramente, pode soar clichê, mas é muito verdade: quantidade não significa qualidade. Investir descontroladamente para alcançar um público maior – que pode chegar desqualificado até você – é pedir para conquistar resultados desproporcionais ao seu empenho.

Aliás, o ideal mesmo seria fazer o caminho inverso: intensificar resultados com um investimento menor em mídia – a Morena Rosa, por exemplo, logo que começou a colocar o CRO em prática, conseguiu aumentar o faturamento em 61% com apenas 52% da verba de mídia para o período.

Considerando isso, será que a preocupação demasiada com os gastos para trazer mais tráfego faz sentido no seu caso? Talvez seja melhor prestar mais atenção e priorizar a sua taxa de conversão.

Como está a sua taxa de conversão?

Qual a sua principal conversão? Compreender esse dado é avistar claramente qual é o seu objetivo maior. E como está a saúde da sua taxa de conversão? Para essa resposta, o mais adequado é recorrer a serviços capazes de analisá-la detalhadamente.

Um exemplo é o Conversion Health Check (CHC), um serviço que fornece um diagnóstico completo do estado atual de conversão do seu site. Por ser pontual, o CHC é um bom primeiro passo para descobrir pontos de atenção que podem ser trabalhados para alavancar seus resultados.

Quer manter seu investimento e aumentar seu retorno?

A resposta para isso está no CRO, Conversion Rate Optimization, em tradução livre: Otimização da Taxa de Conversão. Lembra das situações problemáticas que você pode estar ignorando enquanto dá atenção demasiada à aquisição de tráfego? É para elas que as estratégias de CRO buscam soluções.

Diferente do CHC, que é um diagnóstico pontual, o CRO é um método contínuo. Um ciclo de medir, analisar, otimizar e testar, tudo para manter seu faturamento em constante crescimento. Aderir à rotina de testes e hipóteses do CRO é uma ótima maneira de resolver problemas que afetam diretamente sua conversão. É um jeito de ir ao cerne, de solucionar o que está impactando negativamente as suas vendas.

Assim como a Morena Rosa durante uma Black Friday conquistou 38% a mais de receita com 15% a menos de verba investida em mídia paga, com as ferramentas e estratégias certas, seu e-commerce também pode potencializar suas conquistas.

Quer um diagnóstico completo sobre a taxa de conversão do seu e-commerce? Precisa de uma equipe especializada em otimizações com foco na experiência do consumidor? O time da Nerau CX vai te mostrar que, além da mídia paga, há inúmeras oportunidades de aumentar sua lucratividade.

Leia também: E-commerces se destacam entre os 100 sites mais acessados do Brasil.

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.