Redação E-Commerce Brasil

E-commerce do Magazine Luiza cresce acima de 100% em novembro

Terça-feira, 01 de dezembro de 2020   Tempo de leitura: 3 minutos

O Magazine Luiza informa que, seguindo a tendência dos últimos trimestres, em novembro atingiu um crescimento de vendas no e-commerce de triplo dígito médio (acima de 100%). Citando dados da Ebit|Nielsen, a empresa destaca que com esse desempenho aumentou em 10 pontos porcentuais sua fatia no e-commerce formal brasileiro neste mês, comparado a outubro. As informações são preliminares e não auditadas.

Em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o Magazine Luiza lembra que em função da pandemia de Covid-19 e para evitar aglomerações nas lojas, adotou uma estratégia de antecipação de ofertas ao longo do mês de novembro, garantindo desde o início do mês produtos com preços melhores que na própria Black Friday. “Essa estratégia foi muito positiva para o crescimento de vendas nas lojas físicas e também para o e-commerce, permitindo que a companhia mais uma vez superasse a sua meta de vendas no mês de novembro”, diz.

Lojas físicas do Magazine Luiza

Nas lojas físicas, o crescimento em novembro se manteve no mesmo patamar dos meses anteriores, sendo mais forte nas primeiras semanas e relativamente estável na véspera e no dia da Black Friday. A companhia avalia que o movimento foi reflexo da estratégia de antecipação das promoções, evitando aglomerações e cumprindo todos os protocolos de saúde e segurança.

“Vale destacar que a Black Friday, mais uma vez, reforçou a percepção de que tudo que nossos clientes precisam #temnomagalu, com destaque para o crescimento da categoria de mercado. Apenas nessa categoria, o Magalu vendeu mais de 1 milhão de itens durante a Black Friday, com alto volume de vendas de itens como cerveja, ketchup, creme de leite, achocolatado, fralda e protetor solar”, informa a empresa.

O Magazine Luiza destaca ainda que a Black Friday deste ano também foi marcada pela melhor experiência para o cliente. As reclamações durante o evento representaram apenas 0,02% dos pedidos e foram 15% menores que a média dos últimos 6 meses do site Reclame Aqui, mesmo com o forte crescimento de vendas.

Leia também: “Queremos digitalizar o Brasil”, diz Luiza Trajano sobre ações voltadas a PMEs

Fonte: Broadcast Estadão

 

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER