Acesso rápido
  Redação E-Commerce Brasil

Mais de 40% das vendas no e-commerce em 2019 foram feitas pelo celular, diz Ebit/Nielsen

Segunda-feira, 25 de março de 2019   Tempo de leitura: 3 minutos

Depois de aumentar 12% em 2018, o e-commerce deve ter mais um ano de crescimento na casa dos dois dígitos. Segundo o 39º Webshoppers, o comércio eletrônico no Brasil deve saltar 15% em 2019 e faturar R$ 61,2 bilhões.

De acordo com o relatório, divulgado pela Ebit/Nielsen nesta segunda-feira (25), os celulares foram parte essencial para o resultado positivo em 2019 e fonte de expectativa para este ano.

Em 2019, 42,8% das vendas foram finalizadas em dispositivo móveis, um recorde desde que a empresa começou a levantar os dados.

Enquanto o crescimento do e-commerce foi de 12%, as transações mobile tiveram um salto de 41%, e essa tendência deve se manter em 2019.

Outro fator fundamental foi a entrada de novos consumidores – movimento influenciado pela maior penetração de internet na população, especialmente pelo aumento no número de celulares no país.

Esses dois cenários mostram quem o comércio eletrônico está para entrar em um novo estágio no que a empresa chama de “rota do e-commerce”. Hoje, as compras online representam 4,3% do varejo nacional, ainda segundo a consultoria.

“Na maior parte dos países onde há e-commerce desenvolvido, existe uma rota. Começa pelo entretenimento, depois vai para turismo, serviços. Aí, entra em bens duráveis. No ano passado, percebemos que o mercado deu um salto e está em no patamar de bens não-duráveis”, afirmou Ana Szasz, líder de unidade de negócio de e-commerce no Brasil. “O próximo passo é a entrada de perecíveis [a última etapa no desenvolvimento]”, completou.

Categorias

Em todos os levantamentos – seja no geral ou no recorte por dispositivos móveis -, perfumaria e cosméticos foi a categoria com maior volume de pedidos, 16,4% do total.

Logo em seguida, vêm informática e alimentos e bebidas. Confira no gráfico abaixo o market share de cada categoria, a variação em relação a 2017 e o ticket médio.

Categorias mais vendidas no e-commerce em 2018

Por Caio Colagrande, da redação do E-Commerce Brasil

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.