Acesso rápido
  Redação E-Commerce Brasil

Dono da Netshoes deve continuar na empresa após venda para Magazine Luiza, diz site

Terça-feira, 30 de abril de 2019   Tempo de leitura: 2 minutos

Mesmo após vender a Netshoes para o Magazine Luiza por US$ 62 (cerca de R$ 244 milhões), Marcio Kumruian, fundador e dono do e-commerce de calçados, deve continuar na empresa.

Segundo o site Infomoney, uma fonte próxima aos envolvidos na operação disse que tanto ele quanto a irmã, a diretora de operações Graziela Kumruian, permanecerão trabalhando na loja. Não se sabe em quais cargos – há a possibilidade de Marcio ser nomeado presidente -, mas seguirão na gestão dos negócios.

Ações em alta

Um dia após o anúncio da compra, o Magazine Luiza iniciou a terça-feira (30) com suas ações em alta de 4,42%. Além da aquisição, a empresa informou ter ganhado uma das suas ações contra o Supremo Tribunal Federal (STF) referente à inconstitucionalidade de inclusão do ICMS na base de cálculo do PIS e do Cofins. Com isso, a loja vai recuperar R$ 750 milhões.

Ao mesmo tempo, a Centauro, principal concorrente da Netshoes, começou o dia em baixa de 5,21%.

Ainda falta aprovação

Apesar de já ter conseguido sinal verde de parte dos investidores, o Magazine Luiza ainda precisa de duas autorizações para concluir a transação. A primeira delas é dos acionistas, em assembleia geral; já a segunda é do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), que vai analisar se a compra sinaliza ou não formação de monopólio ou se infringe alguma regra econômica.

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.