Redação E-Commerce Brasil

Dicas práticas para evitar os erros comuns na Black Friday

Quinta-feira, 22 de julho de 2021   Tempo de leitura: 2 minutos

Antes de se arriscar a vender na Black Friday, alguns pontos cruciais devem ser levados em consideração. “Se eu destaco um produto especial na Black Friday, mas não penso antes em sua profundidade de estoque, perco dinheiro e, pior: ganho a frustração das pessoas com a minha marca”. Esse foi um dos pontos levantados por Isabella Barreto, Success Account Director da VTEX, no Big Solutions – Black Friday. Para o evento, a executiva trouxe dicas práticas para a Black Friday e alguns dos principais problemas na rotina das empresas que, segundo ela, são comuns nesta data.

Leia também: Black Friday: pensando diferente o que todo mundo faz igual

Seu primeiro alerta foi em relação ao omnichannel, onde é preciso um alinhamento da comunicação das vendas online e nas lojas físicas. Portanto, fica a recomendação: não trabalhe preços diferentes de um mesmo produto nesses ambientes. “Esse portfólio deve ser planejado com antecedência, assim como a profundidade de estoque que eu mencionei. O cliente já se acostumou com a conexão omnichannel das empresas, e não quer ser surpreendido com um preço diferente”, disse.

Leia também: Como simular uma Black Friday no seu e-commerce e prevenir os problemas da data

Além de pesquisar o que a concorrência está preparando para a Black Friday, Isabella destacou a importância de compreender como (e o que) oferecer em cada canal. “Costumo dizer que o produto é rei, mas é preciso entender como trabalhar as campanhas em cada um dos canais. A que performa das redes sociais nem sempre é a mesma para utilizar em redes de afiliados, por exemplo. O resultado de uma falta de estratégia desse mix pode afetar, inclusive, a meta de vendas do lojista”, pontuou.

Dicas práticas da Black Friday para marketplaces

Essa mesma preocupação de um lojista de e-commerce, segundo Isabella, deve ser levada em conta pelos marketplaces. “As campanhas dos marketplaces devem estar sempre alinhadas com os sellers. Ou seja, se eu combino um valor com o seller e ele não atualizar antes da data, devo cobrá-lo o quanto antes. O mesmo vale para o ajuste de profundidade de estoque: se ainda não ocorreu, é hora de entrar em alerta”.

Um outro ponto comum dentro dos marketplaces são lojas que colocam capacidade de estoque infinita porque trabalham com a produção do produto. Nesse caso, segundo Isabella, elevam o prazo de entrega para 30 dias, no intuito de produzir e enviar o produto neste prazo. “Temos dois problemas aqui. Afinal, a maioria dos consumidores de Black Friday tem pressa para receber o produto, e esse prazo não faz muito sentido. Outra possibilidade, e que ocorre bastante, é o seller ainda assim não cumprir com o prazo. São pontos que o marketplace deve estar sempre ciente dos riscos. Afinal, será o NPS dele que estará em jogo caso a experiência do cliente não for satisfatória”.

Confira a apresentação de slides completa disponibilizada pelo palestrante:

Big Solutions – Black Friday | Cartilha Black Friday – Conheça 3 histórias práticas deste evento e seus aprendizados de E-Commerce Brasil

O E-Commerce Big Solutions – Black Friday acontece nos dias 20, 21 e 22. As inscrições gratuitas seguem abertas durante todos os dias do evento.

Por Giuliano Gonçalves, da redação do E-Commerce Brasil.

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.