Redação E-Commerce Brasil

Delivery representa 81% das vendas das farmácias em 2020, diz Farmácias APP

Sexta-feira, 12 de março de 2021   Tempo de leitura: 1 minuto

A necessidade de se manter em isolamento social, ocasionada pela pandemia em 2020, fez com que muitas farmácias começassem a aplicar cada vez mais investimentos no ambiente digital, tornando o delivery essencial para a entrega de seus produtos. Segundo um levantamento realizado pelo Farmácias APP, aplicativo de vendas online de itens de saúde e beleza, o método de envio rápido representou 81% dos pedidos no ano passado.

Em contrapartida do delivery está a possibilidade de retirada na loja, que retratou apenas 19% das compras realizadas pelo aplicativo no ano anterior. “O impacto causado pela pandemia fica claro, pois mesmo com a possibilidade de retirada dos produtos nas lojas físicas, os consumidores, em sua maioria, optam pela entrega em casa”, aponta Tatiane Zambetta, coordenadora Comercial do Farmácias APP.

Além disso, ao analisar o comparativo entre 2019 e 2020, é possível observar o protagonismo do delivery na vida dos consumidores, visto que a modalidade teve um crescimento exponencial de um ano para outro, segundo o Farmácias APP. “Essa alternativa acabou se tornando indispensável para os compradores, pois além de evitar exposição ao vírus, eles conseguem adquirir seus itens com praticidade e conforto”, afirma Zambetta.

Leia também: Rede de farmácias Panvel pretende lançar marketplace em 2021

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.