Redação E-Commerce Brasil

Consumidores consideram delivery brasileiro ruim, revela pesquisa

Quarta-feira, 19 de maio de 2021   Tempo de leitura: 3 minutos

Os brasileiros consideram o delivery brasileiro ruim, segundo uma pesquisa feita pelo AlmoçoGrátis e pela Galunion Consultoria. Os consumidores deram nota 4,25 (de 5) para o delivery que, apesar de parecer uma boa nota em uma primeira olhada, é considerada ruim pela pesquisa.

As notas de referência são:

Notas de 1 a 3,5: péssimo
Notas de 3,6 a 4,25: ruim
Notas de 4,26 a 4,5: ok
Notas de 4,6 a 5: excelente

A pesquisa diz que “os consumidores demandam melhores notas públicas que constam nos aplicativos para que se sintam à vontade para a compra”. Para 75% dos consumidores, a nota mínima do estabelecimento precisa ser de 4,5 pontos para que ele compre no local.

Atraso no delivery

Para a maioria dos entrevistados, o tempo máximo aceitável de entrega é de 45 minutos. Os restaurantes que atrasam a entrega em 20 minutos têm uma queda de 33% no encantamento. A pesquisa mostra que vários restaurantes estão trabalhando para que o tempo máximo seja de 25 minutos.

De acordo com a pesquisa, 38% entendem que a culpa por atrasos é da logística e do aplicativo, enquanto 62% entendem que é do restaurante. “A tendência é o consumidor diminuir a sua percepção de qualidade do restaurante, mesmo se a culpa for do parceiro ou do marketplace”, afirma a pesquisa.

Ainda segundo o levantamento, 24,1% escolhem o que vão comprar em marketplaces porque sabem que o produto é bom, 12,4% são influenciados pela marca por trás e 11,6% escolhem com base nas fotos.

Para a maioria dos entrevistados, o sabor dos produtos precisa ser perfeito. Outros pontos muito importantes aos consumidores são pontualidade, temperatura dos produtos, entrega e embalagem.

Seis em cada dez entrevistados esperam que o produto entregue em casa seja igual ou muito parecido ao serviço no salão, com exceção da aparência.

O levantamento ouviu 3.032 pessoas, sendo 54% mulheres e 46% homens. A maior parte dos respondentes tinha de 27 a 35 anos (43%). 24% tinham de 36 a 44 anos e 23% de 18 a 26.

Leia também: Guaraná Antarctica lança lanchonete delivery com pratos típicos em São Paulo

Fonte: 6 Minutos

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER