Projeto mantido por:

  Redação E-Commerce Brasil

Especialista aponta os caminhos para evitar conflito de canais em D2C

Monday, 25 de October de 2021   Read time: 5 minutes

Como evitar conflito de canais em D2C foi o tema da palestra ministrada pelo Gerente de Experiência do Cliente da Tray Corp, Rafael Augusto Carlos, no Fórum Indústria Digital.

Uma pesquisa realizada pelo E-Commerce Brasil, sobre os desafios da indústria brasileira para se adaptar ao e-commerce, revelou que o segundo maior obstáculo é o receio de conflitos de canais, que podem ocorrer por vários motivos, conforme elenca o gerente.

“Quando há mais de um canal buscando o mesmo consumidor; quando há um canal com baixo índice de crescimento e quando ocorre disputa por propostas diferentes entre os canais, como fretes e preços”, explica.

Ele classifica os conflitos de quatro formas:

  • Latente: são aqueles que não são mencionados, não ficam evidentes e nem os envolvidos percebem, com clareza, os motivos de acontecerem;
  • Percebido: esse caso ocorre quando a empresa percebe que existe disputa, mas age de uma forma normal;
  • Sentido: é quando a percepção passa a estimular o mundo afetivo às discordâncias, fazendo com que os participantes do canal exprimam sentimentos negativos, ao ponto de parceiros de fora conseguirem perceber;
  • Manifestado: é quando as partes passam a agir de forma negativa umas com as outras, as empresas passam a desconfiar umas das outras, no sentido de não cooperação. É o conflito mais grave, de acordo com o especialista;

Na teoria, para acabar com o conflito de canais, a solução é ter um único canal, mas Carlos argumenta que, na prática, é imprescindível ser multicanal.

“A estratégia de canais permite que o consumidor final consiga enxergar sua marca em diferentes locais, permite um atendimento mais personalizado, isso é o mais importante, entender as necessidades do consumidor e onde ele está, seja em uma loja física, para uma compra imediata, ou no site, para uma compra mais programada”, assegura. 

Dicas para ter sucesso na estratégia multicanais

1 – Priorize a experiência: atraia os interessados com conteúdo de qualidade, conversão é a consequência. É importante manter um site com todas as informações do produto;

2 – Tenha uma política transparente: informe, nos mínimos detalhes, quem atende quem, qual a área de atuação, margens, preços e prazos;

3 – Marketing share: lembre-se, a parcela de consumidores não fieis ao ponto de venda é maior, então ataque ela;

4 – Priorize o envio de produtos aos parceiros para ação de lançamentos simultâneos: não adianta lançar o produto ao mesmo tempo, entre o seu site e os seus parceiros, sendo que você lança no site e envia aos parceiros. Priorize o envio, envie primeiro, combinem uma data e façam o lançamento simultâneo;

5 – Pratique política de omnichannel: mas tente não só balizar preços,  também facilite para o consumidor política de troca e devolução;

6 – Utilize os sistemas a seu favor: fortaleça a sua rede de parceiros no seu D2C; 

7 – Quando houver a possibilidade, trabalhe em um e-commerce descentralizado: são aqueles modelos em que você comercializa o produto, mas a compra ocorre direto no ambiente do parceiro, a logística é administrada pelo parceiro, com base no estoque dele. O seu site vira um grande portal.

Leia também: Meios de pagamento para consumidores de ticket médio alto

Por Tatiana Moura, em cobertura especial para o Fórum Indústria Digital

Leave your comment

0 comments

Comments

Your email address will not be published.

Commenting as Anonymous

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER