Projeto mantido por:

  Redação E-Commerce Brasil

O case Compra Agora coloca o pequeno varejista no centro da experiência B2B

Segunda-feira, 27 de setembro de 2021   Tempo de leitura: 5 minutos

Ao subir no palco do Fórum E-Commerce Brasil Grand Connection, Thaise Hagge, LATAM General Manager do Compre Agora, hub de e-commerce B2B voltada para o pequeno varejista, explicou como esse mercado ainda é recente no Brasil.

Além de fazer crescer o comércio do pequeno varejista, a proposta do hub também é fazê-lo crescer através do oferecimento de uma plataforma completa para auxiliá-lo. No Compre Agora todos os stakeholders são importantes, mas a principal ideia é fazer o pequeno varejista prosperar.

O hub procura juntar todos, positivar mais lojas e aumentar o ticket, assim o distribuidor consegue também alcançar mais lojas. É preciso que todos envolvidos estejam integrados e reconheçam o valor da plataforma.

Aumentar a cesta de produtos para construir valor

Para Thaise, o hub traz a oportunidade de criar um “ecossistema colaborativo para dar maior espaço a todos os presentes nessa cadeia (vendedores, distribuidores, representantes comerciais)”.

No tripé da tecnologia, dados e informação, todas as variantes estão reunidas em um mesmo lugar. Ao conseguir unificar marcas e multi indústrias para compor uma cesta e mix maior de produtos, foi possível oferecer um melhor atendimento e solução das dificuldades do pequeno varejista. A oferta de cerca de 40 sites de outros negócios atende de forma mais dinâmica as necessidades de reposição e gestão de negócios. Sem dispersão de dados: um hub só. A força motriz para fundar a ideia era garantir maior outputs.

Esse processo de digitalização de todas as etapas do pequeno varejista reunidas no hub garante vantagens exclusivas, capilaridade e agilidade para transformar o mercado de varejo. O site é fechado e acessado por login e senha, o uso dos dados de CRM definem tratativas diferentes para as lojas integrantes, dando múltiplas tabelas de preço, volume de crédito, preços, promoções e referências específicas.

A proposta de valor do “client centric” aposta na transformação digital do varejo com alguns pilares de inovação como a fast track e-commerce que integra a plataforma, o marketplace com uma variedade de indústrias, parceria com uma fintech que garante limites de crédito, cupons fidelidade e programa de pontos, definição de uma estratégia de CRM para personalizar o atendimento, além de possuir uma equipe própria focada em digitalizar a logística e a distribuição.

Um modelo em expansão

Essa jornada começou há mais de cinco anos com o Compre Unilever. Após o período de testes, iniciaram a escalada digital que viria tornar grande a plataforma e conseguir atendimento nacional. Os primeiros quatro anos da jornada foram para preparar:

1) setup da plataforma;
2) escalada de distribuidores;
3) consolidação e expansão;
4) modernização da plataforma e início do marketplace com as fits necessárias;

Thaise conta que o Compre Agora já construiu uma parceria com 22 indústrias operando e vendendo na plataforma. Ainda há uma fila de outras indústrias para entrar e em breve compor uma cesta maior para o varejista que irá acessar a plataforma.

Atualmente, o Compre Agora consegue abranger 20% das categorias que os varejistas vendem. Segundo Thaise, até o final do ano o hub pretende atingir a marca de 50%.

A integração dos processos do comércio varejista em plataformas digitais está caminhando para reproduzir a relação que era realizada offline no mercado online. O que tem funcionado, pois os resultados indicam que houve um aumento na receita online nos mesmos lugares que atuavam no offline.

É a consolidação de um modelo global do projeto. Atualmente o Brasil é o terceiro mercado da Unilever Global e o intuito da companhia é a expansão, o que começou por volta em 2019.

Toda a dinâmica construída brilhou os olhos do mercado internacional e agora o Brasil funciona como matriz de boas práticas para o resto do mundo. Ainda que o varejo brasileiro seja pouco digitalizado, principalmente fora dos grandes centros, o Compre Agora acaba sendo uma central para os vendedores. A plataforma funciona como um alavancador, instruindo o varejista sobre o valor da plataforma para a expansão do seu negócio. É a transformação digital que veio para construir.

Por Amanda Lucio, em cobertura especial para o Fórum E-Commerce Brasil 2021. 

Leia também: A escalada digital da Urban Farmcy como proposta de expansão e alimentação saudável.

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER