Projeto mantido por:

  Redação E-Commerce Brasil

Compra Junto Magalu terá descontos para compra em grupo no superapp

Quarta-feira, 23 de março de 2022   Tempo de leitura: 3 minutos

O Magalu apresentou hoje (23/03) em coletiva de imprensa uma nova modalidade de vendas: o Compra Junto. Trata-se de uma espécie de rede social dentro do aplicativo do Magalu, onde os clientes se juntam em grupos e compartilham links de ofertas de seu interesse com sua rede de contatos. A estratégia será atingir um determinado volume de compras e, assim, garantir os descontos agressivos — que chegam até 55%. “O cliente se torna um divulgador da oferta para que o grupo seja formado e a compra finalizada”, diz Vinícius Porto, diretor de Experiência do Cliente do Magalu.

Inspirado na plataforma chinesa Pinduoduo, o Compra Junto Magalu tem como objetivo crescer exponencialmente novas categorias de produtos, incrementar organicamente o número de downloads, reduzir a desinstalação do app e democratizar o acesso a produtos a partir dos descontos.

Para Porto, esse modelo de compra propõe um passo além do e-commerce transacional, uma vez que sai do tradicional “entra, escolhe, finaliza”. “Conseguimos uma forma de compra mais divertida e humanizada, leva ao descobrimento de novos produtos”. Aliás, essa é uma das ideias do Compra Junto: explorar categorias. “Entre os mais de 200 milhões de SKUs do Magalu, muitos recebem poucas visitas, como é o caso das categorias de Mercado e Moda, por exemplo”, lembrou Porto.

Leia também: Mercado Livre investirá R$ 17 bilhões no Brasil em 2022

Ele também acrescenta que a ferramenta Compra Junto usa a lógica de uso das redes sociais, quando o cliente navega entre as ofertas e é surpreendido por elas. “É quase como um passatempo para o consumidor, uma caça às recompensas”. A referência para a criação do formato de vendas partiu da Pinduoduo, empresa chinesa que hoje possui número de usuários ativos bem expressivo (são quase 800 milhões/mês). “Esse e-commerce (Pinduoduo) teve uma evolução meteórica a partir desse formato de vendas. O melhor de tudo é que alcançaram isso com menor custo de aquisição, já que 70% dos compradores compartilham as ofertas com amigos”.

Como funciona

As ofertas do Compra Junto são postadas com um tempo de duração e uma meta de interessados nos produtos. É preciso atingir o número mínimo de itens vendidos para alcançar o desconto proposto. O sistema reserva o valor no cartão de crédito de cada cliente até o grupo ser formado. Os pagamentos só são finalizados quando o grupo é fechado com sucesso. Caso não atinja a meta de produtos vendidos, os valores são estornados. Segundo Porto, o miniapp do Compra Junto oferecerá todas as categorias de produtos e faixas de preços, podendo ir, por exemplo, de itens de supermercado a geladeiras.

Leia também: Tentativas de fraude de comércio eletrônico aumentaram 220% no México na pandemia

“Sabemos que o brasileiro é um grande fã de redes sociais. Estamos unindo a atração das promoções com o entretenimento da interação, tornando a compra proveitosa e divertida”, afirmou Porto. Do lado do cliente, o benefício é o preço agressivo, abaixo da média de mercado, que ele não conseguiria em uma compra individual. Os produtos serão entregues para todo o Brasil por meio da estrutura logística da companhia, e também podem ser retirados em uma das quase 1.500 lojas da rede física. No futuro, contará com geolocalização, o que ajudará a reduzir o tempo e o custo da entrega. Para a empresa, a nova modalidade de venda busca aumentar o número de usuários e a frequência de uso do SuperApp Magalu, além de reduzir os investimentos em mídia paga para a divulgação de ofertas, já que o próprio cliente atua como divulgador.

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER