Redação E-Commerce Brasil

Como desenvolver um lifecycle dentro dos marketplaces?

Quarta-feira, 25 de março de 2020   Tempo de leitura: 2 minutos

Ao vender um produto dentro do marketplace, o lojista muitas vezes fica sem conseguir dados profundos do cliente. E, consequentemente, sem chances de realizar uma nova venda para o comprador. Entretanto, há algumas soluções para contornar parte desse problema. “Quando o vendedor consegue trazer esse consumidor para a sua base, fora do marketplace, ele tem uma grande oportunidade de criar um relacionamento mais próximo. É aí que ele verá uma das vantagens de estar em um marketplace”. Quem trouxe essa informação para o Marketplace Conference Live Edition 2020 foi a especialista Livia Schmitz, Gerente de Customer Success Pmweb. Veja o que ela abordou no evento:

Marketing e relacionamento

Segundo ela, o foco em conversar com o cliente, e não unicamente vender, é um dos primeiros passos a serem tomados após a transação. E isso o seller consegue utilizando uma comunicação correta na entrega do produto: “Ele pode utilizar um flyer, uma mensagem mostrando quem ele é, o posicionamento da empresa… E, com isso, estender o ponto de contato com o cliente”.

Outra sugestão, segundo Livia, é aproveitar a oportunidade para levar mais informações ao cliente. Nesse caso, pode-se utilizar de um catálogo de produtos, apresentar novas coleções, falar com a pessoa de acordo com o cluster que ela é. “Assim que essa questão do coronavírus passar, você pode sugerir a visita do cliente à loja física, por exemplo. Além disso, é válido conversar com ele no mês e dia de aniversário, realizar ações para reativar o contato e que o impactem novamente”. Para isso, a especialista sugere ferramentas como e-mail, push notification e SMS, por exemplo.

Coronavírus

Comunicar as medidas que a empresa está tomando sobre o assunto coronavírus é o primeiro passo a tomar diante da nossa realidade. De acordo com ela, a comunicação do momento deve ser clara, pois as informações estão chegando de todo os lados. “É preciso ter cautela e não estimular aglomeração nesse momento. A Panvel, que é uma de nossas clientes, colocou informações em todas as comunicações de e-mail sobre como o cliente deve se proteger. Deve-se mostrar ao cliente o que haverá de diferente nesse momento, e não ser oportunista. Afinal, isso vai passar, nós iremos nos recuperar e o que vai ficar é a imagem da empresa”.

Por Giuliano Gonçalves, via E-Commerce Brasil.


Quer acompanhar os conteúdos do Marketplace Live Edition 2020? Fique por dentro das palestras e matérias sobre os impactos do coronavírus no mercado de e-commerce e marketplace em tempo real.

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.