Redação E-Commerce Brasil

Como a Sumirê expandiu a atuação para o virtual após quase 4 décadas de lojas físicas

Terça-feira, 14 de setembro de 2021   Tempo de leitura: 2 minutos

“Colocar um produto na prateleira a gente sabe, mas e subir ele no site?”. Esse foi o desafio da Sumirê para entrar no mundo digital. Após 38 anos de atuação no mercado físico, a companhia de cosméticos expandiu a área de atuação para omundo virtual.

Durante o último ano, o faturamento do comércio eletrônico de cosméticos cresceu 68%, conforme dados apurados por um estudo da agência Corebiz. O segmento da beleza foi o que mais cresceu dentro do universo do e-commerce, com alta de 107,4%, e faturamento de R$ 2,11 bilhões em 2020.

Para compor o mercado digital, a Sumirê passou cinco anos se preparando. Após o lançamento do site, passou a atender quase todos os estados do país. Antes da digitalização, 95% dos clientes eram de São Paulo.

A plataforma permitiu que a rede alcançasse novos públicos, trazendo novos desafios para a administração. “O cliente online é o que pesquisa e também é muito exigente no serviço e no pós-venda”, contou Renata Minami, sócia diretora da Sumirê no auditório Cases Place do Fórum E-commerce Brasil 2021.

Se antes as lojas físicas vendiam produtos voltados para as classes B, C e D, no digital percebeu uma procura maior por produtos premium. O perfil de consumidor também ficou mais amplo, atraindo um número maior de clientes homens. “É um mundo fascinante pela riqueza de possibilidades”, diz Renata.

Por Larissa Darc, em cobertura especial para o Fórum E-Commerce Brasil.

O Fórum E-Commerce Brasil Grand Connection acontece nos dias 13, 14 e 15. O evento de alcance global conta com a participação de especialistas e grandes nomes do comércio eletrônico. Acompanhe ao vivo.

Leia também: Na Natura, o social selling é ferramenta de empoderamento das consultoras.

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER