Redação E-Commerce Brasil

Circulação de veículos de carga está liberada no Rio até 13 de julho, confirma ABComm

Sexta-feira, 15 de junho de 2018   Tempo de leitura: 2 minutos

A ABComm, Associação Brasileira de Comércio Eletrônico informou que o prazo do Decreto que oficializa a liberação da circulação de veículos de entrega na cidade do Rio de Janeiro foi prorrogado até o dia 13 de julho. Não há restrição de horários, segundo informou a entidade. Também participaram dessa iniciativa o Sindicarga e a Fecomércio.

O Decreto nº 44598 foi assinado pelo prefeito Marcelo Crivela no mês passado, após alguns encontros entre a entidade que representa os varejistas de e-commerce, o vereador Marcelo Arar do Rio de Janeiro e o Secretário de Transportes, Diógenes Dantas que discutiu o tema após a greve dos caminhoneiros que afetou de forma significativa o setor inteiro. Inicialmente o decreto era válido para os 15 dias após a greve, mas o prazo foi estendido até o dia 13 de julho.

Segundo o Vice-presidente da ABComm Rodrigo Bandeira Santos presente no encontro, a medida visa colaborar com a normalização das entregas das compras realizadas pela internet, minimizar o transtorno gerado aos consumidores e reduzir possíveis ações judiciais contra as lojas virtuais em decorrência de atrasos na entrega. “Estamos com total abertura, para solicitar a continuidade após o dia 13. Considero super importante a participação de todos para avaliar a necessidade de um período maior. Estou à disposição para ajudar”, disse Bandeira.

Fonte: ABComm

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.