Acesso rápido
  Redação E-Commerce Brasil

Empresas devem saber perfil dos clientes, afirma CEO da La Redoute

Terça-feira, 09 de julho de 2019   Tempo de leitura: 2 minutos

O cruzamento de dados é cada vez mais importante para as empresas conhecerem o perfil dos seus clientes. Assim, fica mais fácil criar estratégias e determinar qual caminho seguir.

A La Redoute, empresa portuguesa de moda, por exemplo, usou dados para determinar como caminharia sua transformação digital. Paulo Pinto, CEO da empresa em Portugal e Espanha, estará Fórum E-Commerce Brasil 2019 e vai contar os detalhes de como a companhia lidou com essa mudança.

“A transformação digital para uma empresa de venda à distancia podia parecer obvia. Bastava fazer evoluir o marketing direto, do papel para o digital. No entanto, procuramos fazer o comércio de outra maneira”, explica Paulo.

A primeira grande evolução, conta o CEO, foi na plataforma de comunicação. “Tudo tem que estar numa infraestrutura aberta, capaz de conectar e configurar de forma ágil e eficaz as nossas ofertas.”

Ou seja, uma orientação comercial mais personalizada e uma oferta de produto com forte evolução de prioridades. “No passado, o setor Moda era o nosso principal foco. Hoje, Casa e Decoração alavancam toda nossa atividade online e offline”, explica Paulo.

Como parte da revolução, a empresa criou um novo CRM, cuja a orientação são os dados. Paulo diz que “essa premissa colocou os clientes no centro das preocupações”. Ele acrescenta que há uma nova filosofia de serviço, onde a qualidade e a satisfação do cliente estão no coração das prioridades.

Estratégia omnichannel

De acordo com o executivo, a estratégia da empresa oferece a todos os clientes uma experiência simples e unificada. Essa experiência combina o melhor do físico e do digital, baseado nos valores da companhia. “Estamos criando um programa de fidelização, um novo modelo comercial alicerçado na comunidade de clientes”, revela.

Perguntado sobre a importância do cruzamento de dados, em mais de cem anos de empresa, Paulo Pinto respondeu que o maior ativo de uma organização são os seus consumidores. Quando a transformação digital se iniciou, a companha procurava um rejuvenescimento da base de clientes.

E a lealdade existente levou os clientes, em alguns países, a entrarem na internet e no e-commerce através da empresa de Paulo. “Mais de 10 milhões de europeus têm confiado na La Redoute nos últimos anos. Registramos 7 milhões de visitantes únicos por mês”, conclui.

Por Rafael Chinaglia, da Redação E-Commerce Brasil.

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.