Acesso rápido
  Redação E-Commerce Brasil

Empresas devem saber perfil dos clientes, afirma CEO da La Redoute

Terça-feira, 09 de julho de 2019   Tempo de leitura: 2 minutos

O cruzamento de dados é cada vez mais importante para as empresas conhecerem o perfil dos seus clientes. Assim, fica mais fácil criar estratégias e determinar qual caminho seguir.

A La Redoute, empresa portuguesa de moda, por exemplo, usou dados para determinar como caminharia sua transformação digital. Paulo Pinto, CEO da empresa em Portugal e Espanha, estará Fórum E-Commerce Brasil 2019 e vai contar os detalhes de como a companhia lidou com essa mudança.

“A transformação digital para uma empresa de venda à distancia podia parecer obvia. Bastava fazer evoluir o marketing direto, do papel para o digital. No entanto, procuramos fazer o comércio de outra maneira”, explica Paulo.

A primeira grande evolução, conta o CEO, foi na plataforma de comunicação. “Tudo tem que estar numa infraestrutura aberta, capaz de conectar e configurar de forma ágil e eficaz as nossas ofertas.”

Ou seja, uma orientação comercial mais personalizada e uma oferta de produto com forte evolução de prioridades. “No passado, o setor Moda era o nosso principal foco. Hoje, Casa e Decoração alavancam toda nossa atividade online e offline”, explica Paulo.

Como parte da revolução, a empresa criou um novo CRM, cuja a orientação são os dados. Paulo diz que “essa premissa colocou os clientes no centro das preocupações”. Ele acrescenta que há uma nova filosofia de serviço, onde a qualidade e a satisfação do cliente estão no coração das prioridades.

Estratégia omnichannel

De acordo com o executivo, a estratégia da empresa oferece a todos os clientes uma experiência simples e unificada. Essa experiência combina o melhor do físico e do digital, baseado nos valores da companhia. “Estamos criando um programa de fidelização, um novo modelo comercial alicerçado na comunidade de clientes”, revela.

Perguntado sobre a importância do cruzamento de dados, em mais de cem anos de empresa, Paulo Pinto respondeu que o maior ativo de uma organização são os seus consumidores. Quando a transformação digital se iniciou, a companha procurava um rejuvenescimento da base de clientes.

E a lealdade existente levou os clientes, em alguns países, a entrarem na internet e no e-commerce através da empresa de Paulo. “Mais de 10 milhões de europeus têm confiado na La Redoute nos últimos anos. Registramos 7 milhões de visitantes únicos por mês”, conclui.

Por Rafael Chinaglia, da Redação E-Commerce Brasil.

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.