Redação E-Commerce Brasil

89% dos consumidores brasileiros passaram a usar carteiras digitais na pandemia, aponta pesquisa

Quarta-feira, 17 de março de 2021   Tempo de leitura: 1 minuto

Com o avanço da pandemia e a recomendação de que o dinheiro vivo seja evitado pelo risco de propagação do coronavírus, as carteiras digitais, ou eWallets, caíram de vez no gosto popular. Segundo a Toluna, empresa que fornece insights de mercado, 89% dos entrevistados revelaram que passaram a usar este método de pagamento durante a pandemia.

Os tipos de carteiras digitais mais utilizadas pelos internautas, de acordo com a pesquisa, são: Paypal (68%), seguido pela PicPay (42%), Mercado Pago (41%) e Ame Digital (15%).

A pesquisa também apurou outra consequência financeira causada pela pandemia: 12% dos brasileiros conectados procuraram empréstimo bancário, mas não conseguiram que a instituição à qual solicitaram disponibilizasse o dinheiro.

Já 11% conseguiram dinheiro emprestado com familiares e amigos, enquanto 68% não precisaram solicitar dinheiro extra para bancos ou amigos e familiares.

A pesquisa da Toluna foi realizada entre os dias 4 e 5 de fevereiro de 2021, com 827 pessoas (46% homens, 54% mulheres) das classes A, B e C, segundo critério de classificação de classes utilizado pela ABEP (Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa), onde pessoas da classe C2 têm renda média domiciliar de R$ 4.500 por mês.

Estudo feito com pessoas acima de 18 anos, de todas as regiões brasileiras, com 3 pontos percentuais de margem de erro e 95% de nível de confiança.

Leia também: Pagamentos por aproximação superam uso de dinheiro físico, aponta FIS

Fonte: Money Times

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER