Redação E-Commerce Brasil

Nove em cada 10 pessoas comprarão pela internet na Black Friday, diz Ibope/Google

Segunda-feira, 13 de novembro de 2017   Tempo de leitura: 5 minutos

Pesquisa divulgada pelo Google nesta segunda-feira (13), feita em parceria com o Ibope, mostra que 92% dos entrevistados pretendem comprar algum produto no e-commerce. Ao mesmo tempo, 34% disseram que podem adquirir um produto também na loja física.

A pesquisa foi realizada com 1211 internautas, entre os dias 27 de outubro e 4 de novembro. O levantamento afirma que, apesar de o estudo ser feito online, a intenção de compra medida independe de ser concretizada na internet ou “offline”.

Ao mesmo tempo, os números mostram uma queda, ainda que mínima e dentro da margem esperada, na intenção de compra para 2017, quando compara ao ano anterior. Em 2016, 89% dos entrevistados se mostravam inclinados a aproveitar os descontos; agora, o índice baixou para 87%.

O ticket médio também teve uma pequena queda e deve se ficar em torno de R$ 1071, ante R$ 1095 no ano passado.

Segundo Victor Brotto, líder de inteligência de mercado do Google Brasil, apesar de índices nacionais indicarem aumento na confiança do consumidor, esses resultados aparentemente negativos não devem preocupar os lojistas para a Black Friday.

“É fato que o consumidor ainda vive um cenário de cautela diante dos níveis elevados de incerteza e esse é o motivo para a intenção não ter crescido em 2017, porém, 87% de participação é uma declaração bem elevada. E, em ano de consumo represado, o que temos visto são datas sazonais superando a expectativa dentro do e-commerce”, afirmou.

De acordo com Brotto, essa oscilação não deve ser motivo de preocupação para os lojistas, pelo contrário, visto que a projeção para a Black Friday, segundo o próprio Google, é de R$ 2,2 bilhões no faturamento.

“A data deve ser vista como uma oportunidade cada vez maior para empresas gerarem mais vendas, aumentarem e oxigenarem a base de clientes, permitindo esvaziar estoque e se preparar para dar atenção ao próximo período forte para o comércio, o Natal, que, segundo a CNC [Confederação Nacional do Comércio] também deve vir com força, crescendo 4,3%”, aconselhou. “O ponto de atenção dos lojistas deve estar no bom planejamento da participação no evento.”

Categorias

De acordo com o levantamento, eletrônicos e eletrodomésticos lideram com folga a intenção de compras por categoria. O destaque, porém, ficou por conta do segmento de “medicamentos, suplementos e vitaminas”, com 7% do interesse do público – apesar do número baixo, essa foi a categoria com o maior crescimento de um ano para outro dentre todos os setores: três pontos percentuais.

Confira no gráfico abaixo os principais segmentos buscados por consumidores:

 

Vendas por categoria na Black Friday 2017
Infogram

 

Dispositivos móveis

Outro dado curioso da pesquisa mostra uma sensível mudança de comportamento do cliente em relação aos aparelhos utilizados tanto na busca quanto na compra de um item na internet.

Há dois anos, 80% dos entrevistados procuravam produtos usando um desktop ou laptpo, enquanto apenas 17% o faziam pelo celular. Em 2017, a tendência mudou bastante: 60% e 38%, respectivamente. Confira no gráfico:

Fonte: Ibope/Google

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Hospedado por: Dialhost Transmissão de Webinars: Leads Qualificados: Dialhost Recrutamento & Seleção: Dialhost Métricas & Analytics: MetricasBoss People Marketing: Dialhost

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.