Redação E-Commerce Brasil

Black Friday: como aproveitar a alta do e-commerce para vender mais

Segunda-feira, 05 de outubro de 2020   Tempo de leitura: 10 minutos

Que a Black Friday é um verdadeiro sucesso no Brasil, já temos certeza. Mas este ano a maior data de vendas do e-commerce mundial promete surpreender ainda mais, graças ao empurrãozinho da pandemia.

Quase metade dos brasileiros (43%) já está programando suas compras da Black Friday e 86% dos consumidores disseram que vão priorizar compras online na 10ª edição da sexta-feira mais aguardada do ano, segundo uma pesquisa da Rakuten Advertising.

Você já sabe como vai se preparar para surfar essa onda? Continue lendo para descobrir algumas estratégias para aplicar na sua loja virtual:

Facilite o pagamento via Auxílio Emergencial e o WhatsApp

O auxílio emergencial deve ser estendido até dezembro, apesar de algumas mudanças nas regras de recebimento, segundo informações do governo. Por isso, vale a pena facilitar o recebimento de pagamentos para quem quer utilizar o auxílio como forma de pagamento.

Alguns marketplaces como Americanas.com.br, Magazine Luiza e Mercado Livre já disponibilizam a integração com o Caixa Tem, aplicativo que faz a operação financeira do auxílio.

Outra tendência que pode ser ainda mais evidenciada na Black Friday são os pagamentos via WhatsApp. De acordo com o novo estudo da dunnhumby, realizado com 1.100 brasileiros, o percentual de usuários que fizeram transações pelo aplicativo cresceu 31%.

Para enviar dinheiro via WhatsApp o usuário precisa cadastrar seu cartão na plataforma Facebook Pay e escolher uma senha de 6 (seis) dígitos. Os recebedores do dinheiro também precisarão se cadastrar no Facebook Pay.

Integre seu estoque com os principais marketplaces

Segundo uma pesquisa, grande parte dos lojistas vai investir em estratégias de venda por marketplaces, sendo o Mercado Livre a preferência de 48,7% deles, seguido por B2W, com 14,3% das respostas, a Amazon com 5,8% e o Magazine Luiza, com 4,8%.

Se você quer multiplicar suas chances de chegar até o consumidor nessa Black Friday, é fundamental estar presente nestes canais. Você pode subir os principais produtos ou integrar todo o seu estoque nessas plataformas. A vantagem de integrar o estoque é poder controlar a saída de produtos de um único lugar e reduz os erros operacionais comuns nessa data, como por exemplo, a indisponibilidade de estoque.

Mas não basta estar no marketplace, para garantir a venda é preciso se destacar de seus concorrentes. Uma das formas mais eficientes de fazer isso é conquistando posições de destaque nessas plataformas, como o Buy Box da B2W, por exemplo. Para sua loja ser posicionada no Buy Box, o algoritmo da B2W analisa preço, prazo de entrega, reputação do vendedor e valor do frete. Saiba como se destacar no Buy Box aqui.

Venda online e offline e ofereça uma experiência omnichannel

Além de estar presente nos principais marketplaces, outra dica para aproveitar a alta das vendas nesta Black Friday é vender online e também no varejo físico. Esta experiência integrada entre ‘on’ e ‘off’ ficou conhecida no e-commerce como omnichannel. Pesquisas indicam que clientes omnichannel gastam, em média, 4% mais em cada ocasião de compra na loja física e 10% a mais nas compras on-line do que os clientes que utilizaram apenas um canal de compra.

Outra pesquisa mostra que para 60% dos consumidores, o preço é o principal influenciador da decisão sobre o canal que pretende comprar. A comodidade foi citada por 64% como vantagem de comprar online, seguida pela praticidade (60%) e a possibilidade de ‘evitar aglomerações’ (58%). Já para quem mencionou as loja físicas, a opção de ver o produto antes de decidir comprar foi a mais lembrada.

Mas será que basta vender na loja virtual e na loja física que o cliente já vai ter uma experiência omnichannel? A resposta é não. Diferente do multicanal, a solução omnichannel tem como foco principal o cliente. É preciso que a operação esteja alinhada de ponta a ponta, ou seja, desde os dados de disponibilidade de um produto em estoque, até os fluxos de atendimento e processos de entrega, como o “Compre online e retire na loja”.

Veja como transformar sua loja física em uma operação omnichannel:

Integre-se ao fulfillment dos marketplaces para garantir a entrega mais rápida

A logística também é outro fator importantíssimo na decisão de compra dos consumidores. Contar com recursos e tecnologias que garantam agilidade na organização e separação de pedidos e acelerem o processo de entrega será um grande diferencial para quem quiser causar um boa primeira impressão e fidelizar o cliente no pós-Black Friday.

O fulfillment é um termo utilizado para indicar todos os processos que envolvem o atendimento do pedido do cliente. Ou seja, desde o momento que ele adiciona um item no carrinho até a entrega do produto ao seu destino.

Estas integrações entre os sistemas operacionais já são feitas por meio dos marketplaces. O Mercado Envios Full, do Mercado Livre, o B2W e a Amazon Fulfillment são alguns exemplos. Nesses casos, os marketplaces ficam responsáveis pelo armazenamento, separação, embalagem e envio dos produtos, gerenciando toda a operação logística.

Saiba como funcionam as operações de fulfillment mais populares aqui.

Automatize as operações financeiras e a emissão de notas fiscais

Se você já participou das edições anteriores da Black Friday sabe como a velocidade operacional é importante. É preciso manter a engrenagem a todo vapor, principalmente durante as primeiras horas do evento.

Se você prevê que a sua loja vá receber muitos pedidos, talvez seja a hora de considerar adotar a ajuda de um ERP. Com este recurso fica mais fácil centralizar dados de múltiplas plataformas – como site próprio, marketplaces e loja física, gerar notas fiscais de forma automática, acompanhar entrada e saída de produtos no estoque, ou até mesmo gerenciar anúncios em larga escala.

Com isso é possível visualizar as vendas em tempo real, gerar relatórios com dados estratégicos para fazer seu e-commerce crescer e ter mais controle financeiro sobre impostos e gastos com fornecedores.

Por meio de um software simples e fácil, a Lexos ERP permite gerenciar vendas em múltiplos canais e também ajuda na integração com marketplaces. Ao integrar todos esses canais em um único lugar, a Lexos consegue ajudar a reduzir custos operacionais e aumentar as vendas dos varejistas, por meio de uma solução omnichannel completa com um dos melhores custos-benefícios do mercado.

E você, como vai se preparar para surfar essa onda? Saiba mais no site da Lexos ERP.

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.