Acesso rápido
  Redação E-Commerce Brasil

Balanços da Black Friday mostram crescimento de até 24% no e-commerce

Quinta-feira, 29 de novembro de 2018   Tempo de leitura: 4 minutos

Em um número recorde de balanços sobre a Black Friday no Brasil, levantamentos mostram que o e-commerce cresceu entre 15% e 24% na data em 2018 – o número varia de acordo com a metodologia e a empresa responsável pela estatística.

Ebit

De acordo com o Ebit/Nielsen, considerados os quatro principais dias de promoções – de quinta até segunda-feira, quando muitas lojas promoveram a Cyber Monday -, o e-commerce faturou R$ 3,92 bilhões, um aumento de 24% na comparação com o ano passado.

Ao todo, foram 6,9 milhões de pedidos, ao custo médio de R$568 (alta de 9%).

“A Black Friday é individualmente a data mais importante do ano para o e-commerce e faz parte do período do Natal, que é o período de maior faturamento. Esse resultado positivo deve contribuir para que o e-commerce feche 2018 com um crescimento bem consistente”, avaliou Ana Szasz, líder comercial para Ebit/Nielsen.

Este é o primeiro levantamento realizado pela empresa desde que a Nielsen comprou o Ebit.

Confira abaixo os produtos mais vendidos durante a Black Friday:

 

Clearsale

Já de acordo com a Clearsale, empresa especializada em antifraude e segurança de pagamentos, de sexta até a segunda-feira foram R$ 3,4 bilhões em faturamento, aumento de 19,7% em relação a 2017.

Quando considerado apenas o dia 23, a empresa registrou R$ 2,01 bilhões em vendas, crescimento de 15,3%.

As cinco cidades com mais faturamento, tanto no levantamento do dia quanto o que inclui fim de semana e Cyber Monday, foram São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília e Curitiba, nesta ordem.

Já os segmentos com mais procura apenas na Black Friday foram eletrodomésticos, celulares, eletrônicos, informática e móveis. Quando considerado o período inteiro, a única diferença é a substituição de móveis por vestuário.

Já por região, o Sudeste foi o que teve melhor desempenho, disparado: R$ 2,08 bilhões em faturamento. Em segundo lugar vem o Nordeste, com R$ 511,87 milhões, seguido por Sul, Centro-Oeste e Nordeste.

No total, foram R$ 33,77 milhões de fraudes evitadas.

Vtex

A plataforma de e-commerce Vtex, por sua vez, concentrou o balanço no número de pedidos. A empresa registrou 1,6 milhão de pedidos online durante a semana da Black Friday, da segunda-feira (19) anterior ao domingo (25).

O número representa crescimento de 34% em relação ao mesmo período de 2017 e 150% a mais a média de vendas registradas em uma semana comum. Apenas no dia oficial da data, a companhia registrou 674 mil pedidos online, totalizando um crescimento de 47% em relação à data do ano passado e uma média de venda de 468 pedidos por minuto.

Dos produtos mais comprados pelos brasileiros ao longo da semana, cerca 22% pertencem à categoria de moda e acessórios, 19% eletrodomésticos e 14% cosméticos. Apenas na Black Friday, os eletrônicos tomaram a liderança, com 27%, seguido de moda e acessórios (18%) e cosméticos (15%).

Ainda segundo a empresa, que oferece tecnologia para cerca de 20% do mercado de varejo digital do Brasil, os números representam incremento de vendas de 632% em relação a uma sexta-feira comum.

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.