Redação E-Commerce Brasil

Último levantamento Reclame AQUI Black Friday: 50% mais reclamações do que em 2018

Segunda-feira, 02 de dezembro de 2019   Tempo de leitura: 2 minutos

O site Reclame AQUI, que monitora as queixas de Black Friday desde as 11h desta quarta-feira, 27, já recebeu 7.100 reclamações até as 18h desta sexta, 29. O volume já é 50,5% maior que o mesmo período da edição 2018 (3.332 reclamações) .

O volume de reclamações até agora já superou todo o ano de 2018, quando o balanço final ficou em 5.607 reclamações.

10 empresas que mais receberam reclamações até agora:

1. McDonalds – 323 reclamações

2. Burger King – 293 reclamações

3. Méliuz – 292 reclamações

4. Americanas.com- Loja Online – 245 reclamações

5. KaBuM! – 170 reclamações

6. MercadoPago.com Representações – 166 reclamações

7. Carrefour – Loja online – 156 reclamações

8. Magazine Luiza – Loja Online – 156 reclamações

9. Casas Bahia – Loja Online – 153 reclamações

10. Ame Digital – 133 reclamações

Problemas

O principal motivo das queixas é a propaganda enganosa, com 32,03% do volume. Logo depois, aparecem os problemas na finalização da compra (11,37%), divergência de valores (8,28%), por conta das promoções antecipadas que algumas marcas proporcionaram, atraso na entrega aparece em quarto lugar, com 6,24% e em quinto lugar, estorno do valor pago (4,54%).

Produtos

Entre os produtos que mais geraram reclamações estão celulares (10,22%), tênis (6,35%), cartões de crédito (4,28%), TV (3,9%) e componentes, peças e acessórios (3,78%).

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.