Acesso rápido
  Redação E-Commerce Brasil

Último levantamento Reclame AQUI Black Friday: 50% mais reclamações do que em 2018

Segunda-feira, 02 de dezembro de 2019   Tempo de leitura: 2 minutos

O site Reclame AQUI, que monitora as queixas de Black Friday desde as 11h desta quarta-feira, 27, já recebeu 7.100 reclamações até as 18h desta sexta, 29. O volume já é 50,5% maior que o mesmo período da edição 2018 (3.332 reclamações) .

O volume de reclamações até agora já superou todo o ano de 2018, quando o balanço final ficou em 5.607 reclamações.

10 empresas que mais receberam reclamações até agora:

1. McDonalds – 323 reclamações

2. Burger King – 293 reclamações

3. Méliuz – 292 reclamações

4. Americanas.com- Loja Online – 245 reclamações

5. KaBuM! – 170 reclamações

6. MercadoPago.com Representações – 166 reclamações

7. Carrefour – Loja online – 156 reclamações

8. Magazine Luiza – Loja Online – 156 reclamações

9. Casas Bahia – Loja Online – 153 reclamações

10. Ame Digital – 133 reclamações

Problemas

O principal motivo das queixas é a propaganda enganosa, com 32,03% do volume. Logo depois, aparecem os problemas na finalização da compra (11,37%), divergência de valores (8,28%), por conta das promoções antecipadas que algumas marcas proporcionaram, atraso na entrega aparece em quarto lugar, com 6,24% e em quinto lugar, estorno do valor pago (4,54%).

Produtos

Entre os produtos que mais geraram reclamações estão celulares (10,22%), tênis (6,35%), cartões de crédito (4,28%), TV (3,9%) e componentes, peças e acessórios (3,78%).

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.