Redação E-Commerce Brasil

Audiência do Instagram já é 35% maior que a do Facebook, revela Socialbakers

Sexta-feira, 29 de janeiro de 2021   Tempo de leitura: 3 minutos

O Instagram ampliou sua liderança sobre o Facebook durante a pandemia, segundo estudo realizado pela Socialbakers. O público no Instagram já é 34,7% maior que na primeira rede social de Mark Zuckerberg, ante uma vantagem de 28% no primeiro trimestre de 2020.

Além disso, o irmão mais novo recebeu 22 vezes mais interações do que o Facebook, contra 16 vezes no primeiro trimestre de 2020. Apesar de o Instagram ser a rede com maior público e melhor engajamento, 61,9% de todas as postagens dos perfis de marcas ainda estão no Facebook, mesmo o número sendo menor em comparação com o segundo trimestre de 2020, quando a concentração de posts na rede representava 70,1%.

Segundo Alexandra Avelar, country manager da Socialbakers, as marcas escolhem cada rede social para alcançar o público de maneiras diferentes. “Enquanto o Instagram lidera o envolvimento e o tamanho do público, as marcas ainda publicam mais no Facebook. Afinal, as plataformas diferem na maneira como os usuários interagem com elas, sendo o Facebook frequentemente a escolha de conteúdo mais informativo, enquanto o Instagram é altamente eficaz para promover o engajamento e alcançar grandes públicos e é cada vez mais o lugar certo para as empresas se mostrarem de maneira criativa, estimularem engajamento e aumentarem o reconhecimento da marca. Já o Facebook continua sendo a melhor opção para alcançar segmentos específicos do público e transformar leads em clientes”, comenta.

Facebook e Instagram no Brasil

De acordo com a Socialbakers, quando se trata de quantidade de posts no Brasil, é possível perceber que o montante de publicações é quase o mesmo, mas, ao contrário do que acontece no mundo, a audiência das marcas é menor no Instagram, mesmo o engajamento sendo muito maior.

Ainda segundo o estudo, a quantidade total de tempo que usuários passam no Facebook voltou aos níveis pré-pandêmicos, uma tendência que começou no segundo trimestre de 2020. No entanto, de acordo com Alexandra Avelar, o horário em que as pessoas estão online mudou e as marcas precisam se atentar a isso.

“É importante que os profissionais de marketing tenham um conhecimento sólido de seu público para determinar como seus hábitos mudaram por conta da pandemia. Os usuários agora passam mais tempo online pela manhã. Por exemplo, a quantidade de fãs conectados às 5 da manhã às sextas-feiras aumentou 98% em setembro em comparação com março e crescimentos semelhantes foram vistos em todos os dias da semana”, explica a executiva.

Metodologia

Os Social Media Trends Reports refletem o banco de dados da Socialbakers no início do trimestre seguinte ao trimestre do relatório. Os dados são extraídos uma vez e não são atualizados entre as liberações. As conclusões do relatório foram feitas com base nos 50 maiores perfis de marcas do mundo e no Brasil, entre julho e setembro de 2020.

Leia também: YouTube testa venda direta de produtos que aparecem nos vídeos

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER