Acesso rápido
  Redação E-Commerce Brasil

Atacadista Martins lança marketplace com 200 mil varejistas cadastrados

Segunda-feira, 07 de outubro de 2019   Tempo de leitura: 2 minutos

O grupo atacadista Martins está lançando oficialmente seu marketplace com 200 mil varejistas cadastrados e 25 mil itens, depois de alguns meses de testes.

Um dos mais antigos atacadistas brasileiros, fundado em 1952, o Martins tem cerca de 350 mil clientes, a maior parte pequenos varejistas, e uma frota própria de mil caminhões para viabilizar entregas em regiões mais remotas do país.

Reprodução Instagram

“O marketplace deve ampliar o volume de produtos que oferecemos aos varejistas”, disse o presidente do grupo, Flávio Martins. Além dos 500 fornecedores do grupo atacadista, 60 novos estão oferecendo os produtos pelo marketplace.

O objetivo do Martins é cadastrar até 1 milhão de varejistas, entre farmácias, supermercados, lojas de material de construção e eletroeletrônicos, usando a equipe de vendas do grupo, segundo a Reuters.

Concorrendo com grandes varejistas que têm operações de atacarejo, como Carrefour Brasil e GPA, o Martins espera transferir uma parte das operações para o marketplace, incentivando a migração com descontos em forma de cashback.

O marketplace também poderá suprir mais informações para a área financeira do grupo, que oferece crédito por meio do Tribanco e cartões de crédito numa empresa de adquirência.

Leia também: Via Varejo avalia venda do Extra.com para GPA

Com informações da Reuters

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.