Projeto mantido por:

  Redação E-Commerce Brasil

Comércio eletrônico com assistente de voz deve movimentar US$ 19,4 bi em 2023

Segunda-feira, 09 de agosto de 2021   Tempo de leitura: 4 minutos

De acordo com a Juniper Research, o comércio eletrônico com assistente de voz vai movimentar US$ 19,4 bi em 2023. Essa quantia representa um crescimento de 320%, partindo de US$ 4,6 bilhões em 2021. O relatório prevê que a disponibilidade de dispositivos de assistente de voz com telas será fundamental para aumentar a monetização dos serviços, melhorando a eficiência do processo de checkout.

Já o estudo Voice Assistants: Monetization Strategies, Competitive Landscape & Market Forecasts 2021-2026 prevê que será fundamental para essa estimativa o aumento do tamanho e da acessibilidade das bibliotecas de domínio de conteúdo. De acordo com este mesmo levantamento, essa relação beneficiará o comércio com assistente de voz para varejistas terceirizados por aumentar a proposta de valor. Além disso, deve gerar novos fluxos de receita para as plataformas de assistente de voz.

O relatório incentiva os líderes no espaço de assistentes de voz, Amazon, Apple e Google, a abrirem seus serviços de comércio baseados em plataforma para varejistas terceirizados, além de alavancar seus próprios ecossistemas para expandir suas capacidades de monetização. Um obstáculo, porém, é a ausência de uma tela em muitos alto-falantes inteligentes, o que limita as informações contextuais apresentadas aos usuários.

Omnicanal

Ainda de acordo com o relatório, o ideal para o comércio coma assistente de voz é que ele seja realizado de forma omnicanal. Ou seja: o usuário poderá interagir com o canal de venda que melhor lhe servir e permite que os varejistas exibam mais informações sobre os produtos.

O coautor do relatório Meike Escherich comentou: “os usuários geralmente usam assistentes de voz para explorar inicialmente um produto, antes de concluir a compra por meio de um dispositivo com tela. As plataformas de assistente de voz devem garantir que a experiência do usuário seja tão perfeita que as transações sejam realizadas via essas plataformas, em vez de exigir dispositivos adicionais.”

O relatório identificou que a base global instalada de alto-falantes inteligentes aumentará mais de 50% entre 2021 e 2023. Dessa forma, a base deve auxiliar a adoção de estratégias de monetização. Embora os assistentes de voz baseados em smartphone sejam dominantes em termos de uso, o número crescente de alto-falantes inteligentes autônomos significa que o potencial para o comércio está crescendo rapidamente, mas isso deve ser direcionado com as parcerias certas para alcançar o sucesso.

Fonte: TI Inside.

Leia também: Giuliana Flores investe em diversificação de catálogo com marketplace de presentes.

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER