Redação E-Commerce Brasil

Aquisição de clientes: aprenda a ser disruptivo

Quinta-feira, 23 de julho de 2020   Tempo de leitura: 8 minutos

Se você ainda acredita que aquisição de clientes se resume apenas à conquista de novos leads, você precisa rever seus conceitos. O mundo mudou, as táticas mudaram e a sua empresa também precisa se atualizar se não quiser ficar atrás da concorrência.

A verdadeira estratégia de aquisição precisa unir a melhor metodologia data-driven com a eficiência da tecnologia para possibilitar o entendimento da jornada do consumidor e dos seus hábitos e, a partir daí, criar uma comunicação multicanal assertiva que gere ganho de eficiência e volume.

Esse é um processo complexo que exige a união de diversas expertises, como explica Cristiane Mara Bohnen, Head de Performance da Zoly: “nós combinamos service design, tecnologia e performance para mapear, desenvolver e operar jornadas de aquisição e relacionamento com os clientes pelo digital. Nossa metodologia acelera a inovação e coloca o foco no cliente, o que gera mais valor para as nossas vendas”.

Mas o que mais é necessário para ter sucesso no processo de aquisição?

Ronaldo Faria, Gerente de Projetos e Operações de Aquisição da Zoly, respondeu essa pergunta. Segundo ele, alguns fatores podem ser considerados como essenciais:

Tenha um ambiente seguro para inovação e crítica: grandes ideias podem ser desperdiçadas quando os colaboradores não se sentem à vontade para compartilhar e correr risco. Na Zoly todos são encorajados a testar suas ideias e amparados a tomar decisões, tudo bem se algo não der certo, mas corrija rápido e comece a próxima iniciativa.

Respire dados: antes de lançar uma iniciativa, é preciso saber com clareza quais indicadores deverão ser medidos para saber a eficiência da ação.

Conheça verdadeiramente o seu cliente: descubra o que é importante para o consumidor e pense como ele: o pior erro que pode ser cometido é conceber uma solução ou jornada e esperar que o seu cliente se adapte a ela. Os produtos e serviços devem ser moldados ao cliente, e não o contrário.

Complementando esses aspectos aos quais as empresas devem prestar atenção, Cristiane Mara Bohnen também citou outros pontos:

Uma jornada fluida e omnichannel: é preciso criar a melhor experiência e a integração da comunicação em diferentes canais. Da captação à retenção, é necessário gerar mais valor entre marcas e clientes com uma comunicação atraente pelo canal mais relevante para ele. Esteja onde o cliente está.

Growth Hacking e Data Intelligence: na ZOLY, os resultados dos nossos funis de vendas são acompanhados por meio de Dashboards automatizados e cruzamentos de informações que geram alto impacto em vendas. Operamos em squads com profissionais de diferentes skills que têm como premissas a otimização das taxas de conversão e a alta performance com foco em resultados.

O papel da tecnologia nisso tudo

Como já dito antes, a união de uma metodologia data-driven com a aplicação correta da tecnologia, colabora para tornar o processo de aquisição mais eficiente e assertivo.

Para Cristiane, o uso adequado de tecnologias, como o Machine Learning por exemplo facilita todo o entendimento da jornada digital do cliente, gaps de vendas, falhas em processos logísticos, facilidade em implementação de chatbots e até mesmo no processo de segurança contra fraudes.

“Trabalhamos com ferramentas de inteligência de automação e coleta de eventos de um site, tratando e compreendendo a informação conseguimos ter preditividade para caminhos mais assertivos”, ela explica.

“Machine Learning é orientado para compreender os melhores caminhos e ajudar em problemas específicos, como exemplo, qual padrão de clientes que menos engajam em nossas bases, e como podemos melhorar ou automatizar processos de comunicação para que tenhamos melhores resultados”, completa a executiva.

E aqui vai mais um exemplo prático, dessa vez do Ronaldo Faria: “o Machine learning pode ajudar a identificar não só que tipo de informação o cliente busca, como também filtrar coisas menos relevantes e encurtar o caminho à solução”.

“Pense no shopping cart ou mesmo em um atendimento por chat, seja ele humano ou bot, muitos usuários buscam esses canais por facilidade e acabam frustrados por terem de responder várias perguntas para solucionar problemas simples e objetivos”, ele explica.

“Com a quantidade de eventos envolvidos numa jornada, até que uma análise humana descubra os fatores principais se tiver que olhar passo a passo, dado a dado o tempo de resposta poderá ser muito maior”, completa.

Por fim, mas não menos importante: invista em um equipe bem preparada

É fato que, atualmente, para uma marca ou empresa obter os resultados esperados em uma estratégia de aquisição de clientes é necessário ter conhecimentos e expertises de múltiplas áreas como: análise de dados, marketing, tecnologia e vendas.

Diante dessa exigência, contar com profissionais especializados em cada uma dessa áreas mencionadas é sem dúvida um agente facilitador de todo o processo.

Quer acertar de vez na sua estratégia de aquisição de clientes? Fale com a gente: comercial@zoly.com.br.

Leia também: Especialista dá dicas para descomplicar a metodologia ágil.

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.