Acesso rápido
  Redação E-Commerce Brasil

Amazon escolhe Nova York e Arlington como novas sedes nos EUA

Terça-feira, 13 de novembro de 2018   Tempo de leitura: 2 minutos

A Amazon anunciou, nesta terça-feira (13), as duas cidades onde vai instalar suas novas sedes americanas: a tradicional Nova York e Arlington, esta última no estado de Virgínia. A busca por novos terrenos começou em setembro de 2017 e contou com centenas de localidades interessadas em receber o gigante do e-commerce.

Os novos prédios terão um custo de US$ 5 bilhões (cerca de R$ 19 bilhões) e gerarão, segundo a empresa, mais de 50 mil empregos – 25 mil em cada sede. As contratações ocorrerão já em 2019.

Empresa de Jeff Bezos anunciou as duas novas cidades como sede da Amazon nos EUA/Reprodução

Além disso, a empresa anunciou que selecionou Nashville para o seu Centro de Excelência para negócios operacionais, responsável pelo transporte, cadeia de suprimentos, fulfillment e outras atividades similares. Esse projeto deve criar cerca de cinco mil postos de trabalho.

“Estamos animados por construir as novas sedes na cidade de Nova York e [no estado de] Virgínia”, afirmou Jeff Bezos, fundador e CEO da Amazon, em comunicado à imprensa. “Essas duas localidades nos permitirão atrair mais talentos globais, que nos ajudarão a continuar inovando para nossos clientes nos próximos anos. A equipe [responsável pela pesquisa das cidades] fez um ótimo trabalho selecionando esses lugares e nós esperamos nos tornar uma parte ainda maior dessas comunidades”, completou Bezos.

Em Nova York, o prédio ficará localizado em Long Island, ilha vizinha a Manhattan, e custará cerca de US$ 2,5 bilhões (R$ 9,5 milhões). Terá 371 mil metros quadrados de área, com possibilidade de expansão para 743 mil metros quadrados. Nos próximos 20 anos, a estimativa é de que a cidade receba US$ 10 bilhões (R$ 38 bilhões) de impostos apenas da Amazon.

Já o espaço na Virgínia será construído em Arlington, em uma região apelidada de “National Landing”, a 4,8 km de distância da capital americana Washington. O prédio terá as mesmas dimensões e o mesmo custo – o retorno em impostos para a cidade será de US$ 3,2 bilhões (R$ 12,16 bilhões) nas próximas duas décadas.

Desde 2016, a Amazon está na mira das críticas do presidente americano Donald Trump. Ele acusa a empresa de não pagar taxas – o que é incorreto, uma vez que a coleta de impostos para marketplaces só vale para quatro estados – e pressiona multinacionais – como a Apple – a deixarem suas operações no exterior para investirem nos EUA.

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.