Projeto mantido por:

  Redação E-Commerce Brasil

Amazon lança “Smart Commerce” na Índia para ampliar alcance virtual de lojas

Quarta-feira, 18 de maio de 2022   Tempo de leitura: 3 minutos

Com objetivo de auxiliar as lojas de bairro em toda a Índia no lançamento de vitrines digitais próprias, a Amazon lançou, nesta quarta-feira (18), o Smart Commerce. A novidade permitirá que estes estabelecimentos criem suas próprias vitrines no ambiente online, além de uma experiência de compra na loja para seus clientes.

A Amazon, que investiu mais de US$ 6,5 bilhões em suas operações na Índia, disse que mais de 125 mil lojas de bairro já estão vendendo online usando seu marketplace.

A nova oferta é construída sobre as Smart Stores, outro programa que a gigante americana lançou há dois anos para ajudar os estabelecimentos de bairro a atender seus clientes. Há dois anos, também lançou o Local Shops , programa que permite que lojas offline vendam diretamente na Amazon. A Amazon disse que lojas de qualquer tamanho podem se inscrever no Smart Commerce e a empresa fornecerá assistência com logística e pagamentos digitais.

“Estamos honrados com a forma como as lojas de bairro de toda a Índia estão aproveitando nosso programa Local Shops on Amazon para ficar online e expandir seus negócios, com mais de 1,5 lakh de lojas já vendendo na Amazon.in dentro de dois anos após o lançamento”, disse Amit Agarwal , SVP da Índia e Mercados Emergentes da Amazon, em um evento virtual.

O Smart Commerce oferecerá uma variedade de recursos para as lojas, incluindo a capacidade de digitalizar o faturamento, gerenciar o estoque, bem como uma experiência de compra baseada em voz e bate-papo, disse a empresa. Ele começará a lançar alguns desses recursos nas próximas semanas.

A Amazon e seu principal rival na Índia, Flipkart, têm procurado explorar maneiras de trabalhar com lojas de bairro em todo o país nos últimos anos. Há mais de 30 milhões de lojas de bairro na Índia, de acordo com estimativas da indústria.

Leia também: Amazon registra receita de US$ 31 bilhões em publicidade

Fonte: Tech Crunch

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER