Projeto mantido por:

  Redação E-Commerce Brasil

Alibaba ultrapassou 1 bilhão de consumidores ativos anuais na China

Segunda-feira, 30 de maio de 2022   Tempo de leitura: 5 minutos

A receita do quarto trimestre do Alibaba Group cresceu 9% ano a ano, para US$ 32,19 bilhões. Isso, ainda que os ventos contrários da pandemia arrastaram o crescimento. Para o ano fiscal encerrado em 31 de março, a empresa global de vendas na internet registrou um aumento de 19% em receita em relação ao ano anterior.

Leia também: Comércio e fornecedores de eletrônicos e eletrodomésticos terão markeplace

Vale lembrar que a atividade econômica da China se contraiu acentuadamente nos últimos meses. Afinal, com o retorno da Covid-19, fábricas foram novamente fechadas, assim como cadeias de suprimentos afetadas e consumo reduzido. Em março, as vendas no varejo da China caíram 3,5%, o primeiro declínio ano a ano desde meados de 2020.

Mantendo o curso

Apesar da interrupção generalizada, a estratégia de crescimento “multimotor” do Alibaba (com seus três pilares de consumo doméstico, globalização e nuvem) permaneceu intacta durante a pandemia.

Imagem de um gráfico
Estratégia de crescimento “multimotor” do Alibaba permaneceu intacta durante a pandemia

Afinal, o Alibaba ultrapassou 1 bilhão de consumidores ativos anuais (AACs) na China durante o trimestre — e o número no exterior cresceu para 305 milhões. O valor bruto global de mercadorias (GMV) atingiu um recorde de mais de US$ 1 trilhão no ano fiscal.

Comércio internacional

Os negócios de varejo de comércio internacional do Alibaba, incluindo Lazada, AliExpress , Trendyol e Daraz, geraram GMV de cerca de US$ 54 bilhões. Além disso, tiveram um crescimento de pedidos combinados de cerca de 34% ano a ano no ano fiscal .

O aumento de pedidos do AliExpress ficou estável devido à remoção da União Europeia da isenção de IVA para encomendas internacionais abaixo de € 22 (que entrou em vigor em julho do ano passado). O mesmo se dá por conta das interrupções na cadeia de suprimentos e logística para encomendas que entram na zona do euro devido ao conflito entre Rússia e Ucrânia.

Leia também: Brasília entra na rota de distribuição nacional do e-commerce

Durante o trimestre de março, o crescimento do valor das transações no Alibaba.com diminuiu para 22% ano a ano. Isso se deu principalmente devido à desaceleração do crescimento das exportações na China, bem como interrupções na cadeia de suprimentos como resultado por conta da pandemia.

Festival Alibaba 6.18

O Alibaba revelou seu maior evento de vendas 6.18 (nome do evento) de todos os tempos. Neste caso, apresentou 250 mil marcas e 1,4 milhão de novos produtos em oferta. Ao contrário dos anos anteriores, o festival de compras começou às 20h em vez da meia-noite.

Com transmissão ao vivo, o evento atrai consumidores para assistir seus anfitriões e KOLs (influencers) favoritos. Entre uma apresentação e outra a empresa libera vouchers especiais para usar durante todo o festival de compras. A plataforma também lançou um novo recurso “Tmall List”, guias de compras selecionados para consumidores que buscam inspiração sobre o que comprar. Esses rankings de produtos são pontuados com base em uma série de critérios, como popularidade entre os consumidores, custo-benefício e avaliações de especialistas.

Leia também: Correios abrem licitação para lojistas que querem abrigar serviço postal

Durante o período de pré-venda, muitos compradores receberam suas compras no dia seguinte. Isso se deve ao serviço de entrega expressa da Cainiao, que permite que 95% de seus pedidos sejam entregues no mesmo dia ou no dia seguinte. Além disso, Cainiao está lançando 5 mil estações de coleta de encomendas em vilarejos e cidades remotas na China. Com os lockers, o Alibaba pretende agilizar as entregas à luz da crescente demanda de cidades pequenas.

Alibaba Health

Recentemente, o Alibaba Health, braço de saúde do Alibaba Group, relatou um rápido crescimento em receita e lucro bruto — aumentou respectivamente 61,7% e 62,1% ano a ano. No caso, a empresa atribuiu o crescimento ao forte desempenho de seus negócios de plataforma de comércio eletrônico e vendas diretas de produtos farmacêuticos.

Além das vendas de medicamentos, o Alibaba Health também está explorando novas maneiras de melhorar a experiência do cliente. Neste caso, destaque para a implantação de serviços de entrega sob demanda 24 horas por dia, 7 dias por semana. Hoje, a Alibaba Health oferece entregas de 30 minutos em cerca de 30 cidades e serviço de entrega de 1 hora em mais de 300 locais na China. Também continua a investir em soluções online para offline, inclusive por meio de seu “Dr. Deer” — trata-se de um assistente que permite ao consumidor pesquisar informações e produtos médicos, marcar consultas e consultar médicos online. No final de março, o Alibaba Health viu uma média de 180 mil consultas online realizadas em suas plataformas por dia.

Ajuda na Ucrânia

A Cainiao e o Correio Nacional da Ucrânia lançaram um serviço gratuito de rastreamento de encomendas. O sistema garante uma entrega melhor e mais segura para todas as encomendas feitas pelo AliExpress. Portanto, a partir desta semana vendedores e consumidores poderão acompanhar o status de todas as encomendas internacionais tratadas pelas duas empresas (sem custos adicionais). A Ucrânia é um mercado importante para o AliExpress, e está entre as 10 principais regiões em termos de receita.

Fonte: Alizila

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER