Acesso rápido
  Redação E-Commerce Brasil

Black Friday: e-commerces faturam R$11,95 bilhões em novembro, diz Social Miner

Terça-feira, 10 de dezembro de 2019   Tempo de leitura: 4 minutos

Levantamento da Social Miner mostra que o varejo virtual faturou R$11,95 bilhões e fechou novembro com um crescimento de 32,8% em relação ao mesmo período de 2018. Mas não é só: no mês da Black Friday, o setor vendeu, em média, 54,77% a mais do que nos demais meses do segundo semestre deste ano. Ou seja, não é à toa que o mercado se prepara tanto para a data, já consolidada no Brasil.

E se você deseja avaliar os resultados alcançados pela a sua empresa, compará-los com a performance do seu segmento e entender um pouco melhor o perfil do consumidor engajado com a Black Friday, a Social Miner se uniu a Compre&Confie, Anymarket, Vindi, Octadesk, além de contar com o apoio de Koncilia, Eive, Opinion Box e Nuvemshop, e lançou um relatório com os principais benchmarks do evento.

O estudo revela, por exemplo, uma leve queda nas conversões entre setembro e outubro. Possivelmente ocasionada pelas pessoas optarem por adiar suas compras a fim de aproveitar as ofertas da Black Friday dali a algumas semanas. O resultado? A sexta-feira, 29 de novembro, acabou representando 20,69% das vendas realizadas no mês.

Outro dado relevante do material é quanto ao “valor do frete”. Somente em novembro de 2019, o valor caiu 15,6% comparado ao ano passado. Dessa forma,  saiu em média R$17,90 para cada cliente.

Entendendo o consumidor da Black Friday

Seja na hora de pesquisar por ofertas ou para de fato fechar a compra, o consumidor desta Black Friday demonstrou preferir, em sua maioria, o desktop. O dispositivo concentrou, aliás, 69,8% das conversões registradas no período.

Além disso, as mulheres optaram por comprar mais itens de beleza, enquanto os homens escolheram os artigos eletrônicos e de informática. No entanto, itens de multicategoria aparecem como segundo favorito para ambos os gêneros.

Agora, apesar de responsável por um número menor de pedidos (42,7%), o gênero masculino investiu mais nas compras. Assim, registraram um ticket médio de R$531,30 — contra R$410,00 delas — e concentraram 53,7% da receita alcançada pelos e-commerces durante o mês da Black Friday.

Já sobre a demanda de atendimento na sexta-feira da Black Friday, o relatório da Social Miner identifica que, entre 2018 e 2019, o Chat cresceu mais de 10%, passando de 16,67% para 26,85%. Enquanto isso, o e-mail caiu de 33,33% para 22,82%. Isso demonstra a necessidade do consumidor por uma resposta mais imediata.

Quer ver mais dados deste Relatório da Black Friday 2019? É só baixar o estudo gratuitamente aqui.

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.