Redação E-Commerce Brasil

Mais de 80% das lojas virtuais foram afetadas por greve, diz pesquisa

Terça-feira, 29 de Maio de 2018   Tempo de leitura: 3 minutos

A greve dos caminhoneiros, iniciada no dia 21 de maio, está afetando o funcionamento de todos os serviços do país, inclusive o e-commerce.

Segundo levantamento feito pela Loja Integrada com quase 450 lojistas virtuais em todo o território nacional, 82,1% deles afirmaram que já estão sentindo os impactos negativos da greve em suas vendas.

Já 71,9% dos entrevistados disseram estar com dificuldades para manter o calendário de entregas aos consumidores finais, enquanto 83% deles afirmaram que as vendas caíram notavelmente.

“O Brasil passa por um momento delicado e vários setores estão sendo impactados. O lojista precisa estar preparado para informar seu cliente sobre a demora, oferecer novos prazos, além de preparar o atendimento para possíveis perguntas e reclamações”, disse Alfredo Soares, responsável pela plataforma Loja Integrada.

Isso é importante, inclusive, para prevenir-se de eventuais processos e autuações no Procon. Em São Paulo, o órgão afirmou que pode multar lojas cujas entregas estejam atrasadas por conta da greve dos caminhoneiros.

De acordo com Soares, uma boa dica é usar as redes sociais para se comunicar com seus consumidores, investir em novas formas de envio ou parcerias, além de oferecer um cupom de desconto para uma próxima compra, por exemplo, mas sem prejudicar o bem-estar financeiro da loja.

O levantamento da Loja Integrada também concluiu que 23,8% dos entrevistados afirmaram que os cancelamentos das compras são um problema na greve. Os estados mais afetados pela paralisação dos caminhoneiros são, até o momento, São Paulo, Paraná e Minas Gerais.

Faturamento cai até pela metade

A redação do E-Commerce Brasil entrou em contato com varejistas para entender o impacto da greve dos caminhoneiros e descobriu que, em alguns casos, o prejuízo no faturamento diário chega a 49%.

Segundo um levantamento da ROI Rocket, o volume de buscas nos 10 principais sites de e-commerce atendidos pela agência caiu em média 14,74% – a ROI Rocket atende lojas virtuais de segmentos diversos como moda, móveis, decoração, suplementos alimentares, artigos para casa e lazer, acessórios para carro e moto.

De acordo com o diretor da agência, Cristiano Pohren, os dados são baseados em campanhas de performance como Google Adwords. “O faturamento caiu em média 49,51%, e a taxa de conversão sofreu queda de 23,36%, sendo esta última a que mais afetou nossos clientes”, disse.

Com informações do CanalTech

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.