Acesso rápido
  Redação E-Commerce Brasil

Sete a cada dez brasileiros já compraram por dispositivos móveis

Terça-feira, 16 de maio de 2017   Tempo de leitura: 4 minutos

Pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box mostra que 73% dos internautas brasileiros com dispositivos móveis já compraram mercadorias físicas através de um smartphone. A proporção não mudou muito nos últimos seis meses. Depois de um crescimento avassalador entre setembro de 2015 e setembro de 2016, quando passou de 41% para 71%, o aumento desta vez foi modesto e dentro da margem de erro.

Crise econômica, desemprego e redução do poder de compra do brasileiro podem ter contribuído com a estagnação. Por outro lado, chama a atenção o fato de 75,4% dos consumidores móveis declararem que atualmente fazem mais compras pelo celular do que faziam seis meses atrás. Ou seja, ainda que a base de consumidores móveis não tenha crescido, aqueles que fazem parte dela estão gastando mais nesse canal.

Em uma análise mais detalhada do perfil do consumidor móvel nacional, percebe-se que o hábito de comprar por dispositivos móveis é equilibrado entre homens e mulheres (74% X 72%), e mais comum entre os mais ricos que entre os mais pobres (77% nas classes A e B X 71%, nas classes C,D e E). Idade também faz diferença: quanto mais jovem, maior a probabilidade de a pessoa já ter comprado uma mercadoria pelo smartphone (75% entre aqueles com 16 a 29 anos; 74,5%, entre 30 e 49 anos; 55%, entre aqueles com 50 anos ou mais).

O Nordeste é a região que apresenta a maior proporção de internautas que já experimentaram comprar bens físicos pelo celular (77,8%), seguida pelo Sul (73,6%), Sudeste (71%), Centro-oeste (70,6%) e Norte (68,7%). A liderança nordestina em termos percentuais pode estar relacionada à importância da Internet móvel naquela região, onde a infraestrutura de banda larga fixa não tem a mesma capilaridade e qualidade encontradas no Sul e no Sudeste.

No que diz respeito aos sistemas operacionais, a compra pelo smartphone é mais comum entre usuários de iPhone no Brasil: 81% já experimentaram encomendar bens físicos pelo aparelho, contra 73% dos donos de Android.

No relatório integral da pesquisa, é divulgado um ranking dos apps móveis mais usados pelos brasileiros para a compra de mercadorias físicas. O documento inclui também o monitoramento de quatro segmentos de serviços O2O e seus respectivos rankings de apps mais usados: delivery de comida; chamada de corrida de táxi/carro particular; venda de ingressos; e reserva de hospedagem. O relatório da pesquisa pode ser baixado neste site.

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.