Acesso rápido
  Redação E-Commerce Brasil

5 lições profissionais e pessoais de Marcos Piangers no Fórum E-Commerce Brasil

Quinta-feira, 08 de agosto de 2019   Tempo de leitura: 8 minutos

Marcos Piangers, publicitário e autor do livro “Papai é Pop”, foi um dos palestrantes do Fórum E-Commerce Brasil 2019. Em frente a uma plateia cheia de lojistas e diversos profissionais que atuam no comércio eletrônico, ele compartilhou alguns dos ensinamentos que aprendeu com a experiência de ser pai e com sua mudança de hábitos.

Palestra Marcos Piangers durante o Fórum E-Commerce Brasil 2019/Valério Moreira

Piangers baseia sua vida não só na busca por uma felicidade com menos preocupações e necessidades, mas também na melhoria contínua de si mesmo. Separamos as cinco maiores lições da palestra.

1) “A vida não é pagar boleto”

Piangers explicou que a atual geração economicamente ativa tem um objetivo: pagar boletos. Com tanta tecnologia, novas profissões e áreas de estudo, os adultos de hoje não estão encontrando as motivações certas para serem produtivos.

Na sua opinião, a vida profissional se baseia em subir na carreira e conquistar melhores salários. Isso sem necessariamente atingir satisfação pessoal no trabalho. Para se desvencilhar desse pensamento, o publicitário questiona: “o que vamos deixar para os nossos filhos?”.

A resposta deve esclarecer como cada indivíduo mostra para sua família o que faz e quais símbolos as crianças podem aprender da experiência dos pais. Segundo ele, essa perspectiva ajuda a criar “uma chance de se conectar com a vida”, pois tira a carga de “pagar contas” embutida no trabalho.

Piangers usou o exemplo de um pai, questionado por seu filho, sobre o que fará durante o dia ao sair para o trabalho. Ele comparou as respostas: “preciso trabalhar para pagar as contas” e “meu trabalho ajuda as pessoas” ou “só eu sei fazer o que eu faço”, mesmo que seja uma função comum.

Para o publicitário, essa estratégia, muito usada de maneira inconsciente pelas crianças, ajuda a ver melhor a vida e seus propósitos. Além disso, é uma maneira de aprender com o olhar das crianças o que realmente é importante: exercer uma atividade que faça diferença e não somente gere dinheiro.

2) “Não estou de babá, estou de pai”

Piangers defende que um dos grandes problemas da perspectiva ainda passa pela noção do papel desempenhado pela figura paterna na sociedade. Segundo ele, cuidar dos filhos ainda é visto pela sociedade como uma função da mãe, quando na realidade é uma função que deve ser desempenhada em conjunto.

“A vida tem a ver com conexão humana, valorização da família e dos amigos”, disse o publicitário sobre aproveitar o momento e a responsabilidade de ser pai. Para ele, a não participação da figura paterna e o esteriótipo de “homem provedor” criam prejuízos para a sociedade e para as relações culturais e profissionais.

“Não estou de babá, estou de pai” foi a resposta do publicitário em uma ocasião na qual precisou cuidar da filha mais velha. A afirmação o fez ver a relação de distorção dos papéis no mercado de trabalho.

3) “Lead é gente”

O fato de as pessoas tratarem cada vez mais o trabalho como uma tarefa desconectada da satisfação pessoal está em não enxergarem o efeito por trás do que fazem. “Ao acharmos que todas as pessoas são dados, nós perdemos a essência da tarefa”, afirmou.

Ou seja: “lead é gente”. O publicitário defendeu que, para se reconectar com o trabalho, é preciso ver as pessoas por trás dos dados.

“Primeiro precisamos desenvolver a humanidade e depois o digital”, explicou Piangers. Segundo ele, o algoritmo só funcionará se as pessoas estiverem engajadas. Além disso, a falta de envolvimento dos funcionários dentro da empresa pode significar um grande revés em seus resultados

4) A tecnologia não é inimiga

Outra grande preocupação da produtividade atualmente está atrelada ao uso da tecnologia na maioria das atividades do cotidiano. O publicitário foi enfático ao estabelecer a importância dela nas relações pessoais e profissionais.

No entanto, não atribuiu exclusivamente a tecnologia a culpa pelas dificuldades que traz. “Por que a internet nos atrapalha? Porque não sabemos usá-la”, cravou.

Por meio do avanço tecnológico, é possível executar diversas atividades que auxiliam a sociedade, mas muito na tecnologia é mal aproveitado.

Por outro lado, Piangers acredita no efeito negativo dos aplicativos e dos aparelhos celulares que, ao serem usados de maneira excessiva, prejudicam a vida das pessoas e causam problemas ainda mais sérios, como a depressão.

O publicitário alegou que os millennials, geração que dominará em breve a massa consumidora e produtora no país, são os indivíduos que se sentem mais tristes e têm maior propensão ao suicídio.

5) “O adulto criativo é a criança que sobreviveu”

65% das crianças de hoje trabalharão em atividades que ainda não existem. Os dados são da ONU, mas não poderiam combinar mais com o comércio eletrônico, uso de tecnologias e com a visão de Piangers.

Segundo ele, a criança tem muito mais capacidade de criar de maneira genial, elemento fundamental que falta aos millennials, na sua visão.

A atual geração do consumo está tão apegada ao uso da tecnologia e na repetição de padrões de sucesso que passou a sofrer de falta de criatividade, o que impacta a produtividade no trabalho e o sucesso na vida pessoal.

Um dos fatores que colaboram para esse enfraquecimento criativo, explicou Piangers, é o sistema de ensino repetitivo e, consequentemente, a padronização de ensinamentos e comportamentos. Essa realidade impede que os jovens exercitem atividades criativas que os ajudariam a se destacar em suas vidas profissionais.

Como solução, ele sugere não o trabalho mais produtivo, mas “o melhor trabalho possível dentro das limitações e possibilidades” de cada funcionário. O publicitário acredita, ainda, que as empresas do futuro, que conseguirem aproveitar o potencial de seus funcionários, serão baseadas em autonomia, aprendizado e propósito.

Por Júlia Rondinelli, da redação E-Commerce Brasil

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.