Você sabe para que serve o Google Search Console?

por Henrique Aren Troitinho Segunda-feira, 23 de março de 2020   Tempo de leitura: 9 minutos

Antigo Webmaster Tools, o Google Search Console é um importante aliado do chamado marketing de busca, assunto sobre o qual falamos no artigo “O que é marketing de busca?”. Você pode lê-lo depois, para compreender um pouco mais.

Fundamental para o bom desempenho do seu e-commerce, o Google Search Console muitas vezes é deixado de lado pelos profissionais de marketing. Por isso veremos agora para que serve essa ferramenta, quais são os princípios básicos dela e quais métricas você deve acompanhar e privilegiar.

O que é o Google Search Console?

Em linhas gerais, é a ferramenta do Google que, por meio de um conjunto de estratégias, permite que o seu e-commerce seja encontrado pelo usuário.

Como o Google Search Console funciona?

Por relatórios e funções específicas, ele ajuda a melhorar o desempenho da loja. Entre as oportunidades de melhora que identifica, estão:

  • Melhora a velocidade da navegação;
  • Identifica de onde o público está chegando;
  • Quais itens do código do site precisam ser melhorados;
  • Como potencializar o tráfego por meio de backlinks;
  • Otimiza o SEO para garantir um melhor posicionamento orgânico e pago.

Como instalar e configurar o Google Search Console?

Sua instalação é bem similar à do Google Analytics. É preciso adicionar uma propriedade, inserir o código no e-commerce e logo verificar a conta. Pronto! Agora você já pode aproveitar todas as funções da ferramenta.

Por onde começar?

Nossa recomendação é fazer o processo de higienização da loja, e só depois instalar o Google Search Console. Essa higienização consiste em:

  • Identificar porque determinadas páginas não estão sendo indexadas pelo Google. Ou seja, porque não estão aparecendo nos resultados de busca;
  • Verificar se o site foi hackeado ou se tem algum vírus;
  • Avaliar se é preciso melhorar as palavras-chave utilizadas nos conteúdos;
  • Verificar tudo o que pode ser feito para melhorar o posicionamento dos conteúdos.

Quais métricas observar no Google Search Console?

As mais básicas já trazem conclusões significativas:

Impressões

Quantas vezes determinada URL apareceu nos resultados de busca. Poucas impressões pode ser sinal de que o Google não considera o seu conteúdo tão relevante assim.

Cliques

Informa o número de vezes que os usuários clicaram no seu link, o que não deixa de ser um sinal de que o título e a breve descrição do texto estão muito bons ou precisam ser melhorados.

CTR (Click Through Rate)

A porcentagem de impressões que gera um clique.

Posição

Média de posicionamento das URLs de sua loja.

Como ter melhores resultados?

Seja constante. Regra número um, imprescindível. Todos os dias a ferramenta mostra o que pode ser melhorado, portanto, acompanhá-la frequentemente é o segredo para ter melhores resultados — e em pouco tempo.

Vale lembrar que uma boa estratégia de SEO traz resultados em médio prazo. Então, o quanto antes começar e quanto mais otimizar o conteúdo, mais rápido estará entre as primeiras posições.

Se quiser saber mais sobre SEO, futuramente escreverei um artigo específico sobre o assunto.

É importante também saber interpretar os relatórios que o Google Search Console oferece. Eles são muitos e sempre aparecem novas opções. Cada uma delas pode fazer muito pelo seu e-commerce. Confira algumas:

Visão geral

Onde você pode ver uma análise macro do seu e-commerce com as principais observações que os mecanismos do Google avaliam. Funciona como um atalho para tudo aquilo que o buscador encontrou de mais relevante. Caso queira ver profundamente cada uma dessas análises, é só consultar as opções que se seguem:

Relatório de desempenho

Mostra quantos usuários clicaram em determinada URL e que posição ela ocupa.

Inspeção de URL

Muito utilizada para saber muitas informações sobre determinada página da loja.

Relatório de cobertura

Mostra quais páginas já foram indexadas pelo Google e quais possuem potencial para isso.

Relatório de Sitemaps

Mostra quais sitemaps foram enviados, suas estatísticas e possíveis problemas. Sitemaps são arquivos nos quais você pode listar todas as páginas do seu site para informar ao Google como ele foi organizado.

Usabilidade em dispositivos móveis

Relatório que mostra a usabilidade de cada página nos dispositivos móveis que já está indexada.

AMP

Apresenta quais AMPs (Accelerated Mobile Pages) têm maior probabilidade de serem indexadas. Tem também a função Teste de AMP para você comprovar a validade desse tipo de página.

Ações manuais

Embora o Google use algoritmos, também usa mecanismos manuais em situações específicas e neste relatório você tem uma vista completa de todas as ações manuais do site. Na central de ajuda do Google você descobre como corrigir cada uma destas ações.

Problemas de segurança

Sabe aquelas falhas que colocam em jogo a segurança do seu e-commerce? Elas são identificadas neste relatório.

Links

Permite saber quais sites e textos estão derivando tráfego e quais links internos precisam ser melhorados.

Teste de compatibilidade com dispositivos móveis

Recurso muito importante já que mostra quais de suas páginas são compatíveis com dispositivos móveis.

Mudança de endereço

Você deve usar para informar ao Google que seu domínio agora deve redirecionar para outro domínio.

Segmentação internacional

Permite rastrear cada idioma em que seu site esteja disponível.

Vincular ao Google Analytics

Você pode importar dados do Google Search Console para o Google Analytics.

Preferências de e-mail

Você pode habilitar para receber e-mails ou notificações sobre as propriedades que cadastrou.

Recursos bloqueados

Saiba quais seções os robôs do Google não conseguiram rastrear.

Queries

Mostra os termos de busca que levaram usuários à sua loja.

Search Type

Mostra que tipo de formato o usuário usou para chegar ao seu site: vídeos, textos, imagens etc.

Google Meu Negócio

Neste espaço, você pode informar o endereço físico e telefone da sua empresa para que fique visível nos resultados de busca.

Google Merchant Center

Aqui, você pode configurar os seus produtos e eles serão facilmente encontrados durante uma pesquisa.

Há muito mais opções e por isso vale a pena explorar o Google Search Console para aprender na prática e de acordo com as necessidades do seu dia a dia.

Vale lembrar que também é uma ferramenta gratuita e que não substitui o Google Analytics, elas apenas se complementam.

Quando o assunto é Google Search Console, o segredo está em não ter preguiça de interpretar os dados, assim como em empenhar-se para fazer as adaptações que cada relatório recomenda. É dessa forma que você vai melhorar a experiência do usuário, alavancar suas metas de conversão e potenciar a relevância de sua marca.


Gostou desse artigo? Não esqueça de avialá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.