Acesso rápido

Visual Merchandising: como aplicar no seu e-commerce

por Luiz Sedrez Quarta-feira, 26 de abril de 2017   Tempo de leitura: 4 minutos

O Online Visual Merchandising (OVM) tem como objetivo otimizar a taxa de conversão e traduzir a identidade da marca para a plataforma digital. A pessoa encarregada por esta função deve conhecer bem os produtos fornecidos pelo e-commerce em que atua, os valores, ideais, estilo de vida do público alvo e o posicionamento da marca que ele presta serviços.

A sua loja virtual não deve ser meramente uma listagem de produtos, mas sim um instrumento para analisar os hábitos de compra dos seus clientes, para reorganizar os produtos e entender quais os itens que são de margem alta.

Assim, manter uma rotatividade de produtos que são importantes para o cliente na sua plataforma trará um resultado positivo para o seu negócio digital.

Por que o Online Visual Merchandising é importante para o e-commerce?

Gostamos de pensar que tomamos decisões racionais o tempo inteiro, principalmente em alguma compra, já que temos acesso a muita informação e sempre acreditamos que estamos no controle de qualquer escolha.

Porém, apesar dos dados e informações que temos acesso nos dias de hoje, nós reagimos a estímulos emocionais diariamente e isso nos influencia em cada processo de decisão.

O OVM deve usar este fato para criar vínculos emocionais com o usuário. O e-commerce deve deixar de ser apenas uma plataforma mecânica de vendas e ser um produto ativo da marca, que enriqueça a experiência e o contato do cliente e que a sua compra faça sentido.

As ferramentas disponíveis de uma loja virtual (design, produtos, descrição, fotos, vídeos e textos) devem ser usadas para gerar uma história e experiência agradável, intuitiva (melhorar a conversão) e conquistar novos clientes.

Dificuldades para quem trabalha com OVM

A principal diferença entre uma loja física e online em questões de visual merchandising é quantos sentidos podem ser estimulados ao cliente. Uma loja física consegue instigar praticamente todos os sentidos se for a intenção.

Por exemplo: Iluminação e decoração (visão), textura da roupa e dos itens que estão na loja (tato), perfume na roupa e cheiro da loja (olfato), som ambiente e tom de voz dos vendedores (audição) e aperitivos (paladar).

Já uma loja virtual se limita a certos estímulos por uma inibição técnica, pois ainda não temos tecnologia suficiente para isto.

Porém, a vantagem de uma plataforma digital é que você pode conduzir os passos da compra do seu cliente, por isso um bom plano de Online Visual Merchandising deve ser realizado para o cliente não ficar insatisfeito durante a compra.

Na biblioteca da Híbrido, nós temos um ebook especial para você se inspirar na hora de criar banners encantadores.

Bart Simpson GIF - Find & Share on GIPHY

Do mesmo modo, as experiências do seu consumidor também podem ser mais direcionadas. Você pode estruturar os itens da sua loja para certa coleção ou linha de produtos.

Assim, a importância de um profissional experiente fica clara, já que uma disposição errada que não condiz com a marca e o perfil dos clientes pode resultar em fracasso.

Itens essenciais para um bom OVM:

Arquitetura e grid de produtos

Como em uma vitrine, os produtos a serem apresentados devem possuir estudo por trás da hierarquia dos itens apresentados. A disposição dos itens à venda é essencial para a conversão da loja. Os produtos devem devem ser distribuídos por ordem de prioridade e importância para o usuário.

Uma boa categorização e produtos esclarecidos melhora a experiência de compra, aumenta a taxa de vendas, e economiza o tempo de navegação.

Uma navegação bem construída e planejada é fundamental para o usuário conseguir realizar uma compra. Tenha certeza que os itens cadastrados estão com o seus respectivos nomes e categorias.

Filtros objetivos e coerentes com os produtos também são fundamentais para o usuário encontrar o seu produto. Simplifique e organize o máximo de diferenciações relevantes para segmentar cada produto na hora da busca.

Fotos e cores

Uma das dificuldades para quem trabalha com e-commerce é provar a genuinidade dos atributos do produto e a fidelização das cores.

Qualidade e um bom tamanho é o mínimo do esperado em uma foto de produto; variedade de ângulos que fazem referência como se o produto estivesse em uma loja física (roupa dobrada por exemplo) e amostra dos detalhes são itens que podem atribuir convicção.

Confira um passo a passo de como produzir ótimas fotos de produtos para a sua loja.

As cores devem ser minuciosamente cuidadas. Um produto que não corresponde à expectativa que foi gerada durante a etapa de compra ao cliente, pode levar o usuário nunca mais realizar uma compra na sua loja virtual e sua marca perder relevância para esse consumidor.

Homer Simpson GIF - Find & Share on GIPHY

Boa experiência de compra

Quem trabalha com Online Visual Merchandising deve usar corretamente as ferramentas disponíveis para ressaltar a história e posicionamento da marca. A navegação, disposição dos produtos e textos são alguns dos itens que devem ser bem estabelecidos.

Assim, após a marca conseguir força no meio digital (se já não possuir) ela começará a fazer parte da lembrança positiva dos seus clientes por determinado segmento ou produto.

Boas experiências geralmente são compartilhadas. Portanto, quando o seu cliente começar a ter um relacionamento saudável com a sua marca ele começará a compartilhar também. Assim, trazendo novos consumidores para o seu canal de venda.

Não se limite somente até a parte do checkout; mantenha contato e crie um relacionamento até a fidelização e mantenha isso ativo. Tente tratar cada cliente com a sua devida individualidade e tangibilizar algo que a princípio não parece ter tanta relevância como um e-mail, entrega ou ligação e transforme isso em um aditivo para fortalecer a sua marca.

Lembre-se também que hoje possuímos vários dispositivos com vários formatos; é necessária atenção na conversão da loja nos demais ambientes.

Entrega do produto

A entrega do produto é uma das últimas etapas na conversão de uma loja virtual. O cuidado deve ser redobrado, já que após o cliente passar pelas primeiras etapas, é nesta em que ele vai conferir se a promessa da marca se alinha também com os canais de vendas.

Todo o esforço, tempo e dinheiro investido no relacionamento com o consumidor podem valer de nada se o produto não corresponder com a expectativa que foi gerada pelas outras etapas da venda. Por exemplo: uma marca que se posiciona como natural e defensora de “ideias verdes” poderá perder toda a sua consistência se o produto vier em uma embalagem de plástico com várias camadas de papelão, tinta e etc.

Brindes, embalagem personalizada com os ideias do seu público e uma carta ou mensagem para atribuir a importância da individualidade do seu cliente pode gerar valor para a sua marca.

Pós-venda

Mande um e-mail ou ligue para o seu cliente conferindo como foi a sua experiência, e se o produto chegou corretamente. Caso haja alguma interferência interna ou de terceiros para a chegada de certo produto, se planeje para tal situação com antecedência e sempre tenha uma equipe preparada para dar uma resposta rápida para situações positivas e negativas.

Dinâmica de ofertas

Assim como as lojas físicas mudam a sua vitrine constantemente por causa de coleções, o ecommerce deve manter-se atualizado constantemente à datas do comércio que são respectivas com o seu posicionamento.

Banners e e-mail marketing são algumas das ferramentas que ajudam a plataforma atualizar-se constantemente, assim evitando o constrangimento do usuário quando ele visitar a loja novamente.

A Black Friday, por exemplo, é uma ótima data do comércio eletrônico para ser levada em referência nesse caso. Ações são planejadas com antecedência e parte do material desenvolvido se abrange antes e depois da data para captação de leads.

Tenha uma equipe em harmonia

A pessoa ou equipe responsável pelo Online Visual Merchandising de um ecommerce, sempre deve estar alinhada com a equipe de desenvolvimento e os curadores da marca.

Os responsáveis não precisam ser exatamente especialistas em tecnologia, mas devem estar familiarizados com a plataforma e de preferência possuir experiência com projetos anteriores.

Manter-se atualizado de ferramentas que podem aumentar a conversão e planejamento são obrigações diárias para quem trabalha no ramo.

Dessa forma, mergulhe no mundo da marca e traga toda essa inspiração para a loja virtual, tornando-a dinâmica, atrativa e encantadora para seus clientes. Com ela, as vendas virão!

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

1 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.