Projeto mantido por:

Dez dicas para aumentar as vendas da sua loja de roupas infantis

por Jordana Hedler Sexta-feira, 01 de julho de 2022   Tempo de leitura: 15 minutos
Se você possui uma loja de roupas infantis e quer aumentar suas vendas e sua presença digital, não deixe de acompanhar a leitura!

Possui loja de roupas infantis online? Não sabe o que fazer para aumentar as vendas? Gostaria de conhecer algumas estratégias de marketing? Então, continue lendo.

Decoração de primeira, marca atrativa, bons produtos. Mesmo contando com todos esses quesitos, se a loja de roupas infantis não tiver presença online, com certeza, ela não conseguirá sobreviver.

Nesse sentido, apostar no e-commerce, que já era uma tendência antes, após a pandemia, virou questão de sobrevivência.

Segundo a Associação Brasileira de Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), o setor de roupas infantis é um dos que mais crescem no país, e provou ser resiliente na pandemia.

Para se ter uma ideia, o número de bebês de zero a três anos de idade é de aproximadamente oito milhões, o que significa que, a cada hora, nascem c existem aproximadamente 23 milhões de crianças de zero até oito anos, nada menos do que 10,9% da população.

Ok, embora esses números, realmente, sejam impressionantes, o mundo mudou e o pós-pandemia tornou obrigatória a presença online. E marcas quem ainda não apostaram nessa forma de consumo, certamente, já perceberam que o e-commerce é o caminho.

O fato é que empresas de roupas infantis que investiram no e-commerce viram suas vendas decolarem, e as expectativas para esse setor são enormes.

Por outro lado, por se mostrar extremamente rentável, muitos empreendedores estão começando a apostar nesse setor, aumentando ainda mais a concorrência, que já era significativa.

Pensando nisso, resolvemos mostrar neste artigo, dez dicas que vão ajudá-lo a aumentar as vendas de sua loja de roupas infantis. Então, se você possui uma loja de roupas infantis e quer aumentar suas vendas e sua presença digital, não deixe de acompanhar a leitura!

Dez dicas para aumentar as vendas da sua loja de roupas infantis

O mundo nunca esteve tão digital, e a expectativa é de que o e-commerce continue crescendo e oferecendo soluções que facilitem a vida dos consumidores.

Mas não basta apenas ter uma loja online, é preciso trabalhar com ferramentas e estratégias para conseguir destacar sua marca. E isso serve, principalmente, para o setor de roupas infantis, que é muito concorrido.

Por isso, para aumentar suas vendas, confira estas dez dicas que preparamos para sua loja virtual.

1. Diversifique seu catálogo

Hoje, o que as pessoas mais buscam é praticidade. Nesse sentido, ganha aquele que oferecer mais possibilidades em um mesmo lugar. Ou seja, quanto mais produtos diferentes oferecer, mais chance terá de captar clientes.

A primeira dica é buscar oferecer produtos diferentes, expandindo seu catálogo e as possibilidades. Ou seja, comercializar desde roupa para batizado de menino até mantas, body, toalhas, babadores, além de procurar ficar atento às tendências do mercado.

Por isso, procure ir além da roupa, oferecendo acessórios e aproveitando para testar novos produtos.

2. Ofereça exclusividade

Como foi dito, todas as lojas estão migrando para o ambiente online, aumentando a concorrência. Assim sendo, destaca-se aquele que conseguir oferecer novidades, exclusividades.

A dica é apostar na diferenciação das suas peças, mesmo que seja impossível só trabalhar com peças exclusivas – ao menos, ofereça algumas bem diferenciadas.

Uma dica é apostar em uma linha com estampas únicas, ou frases engraçadas, estilo de corte personalizado, camisetas com o nome da criança estampada…

E nessa hora vale apostar em parcerias com designers (mesmo que iniciantes) para criar linhas especiais, que vão trazer originalidade para a sua marca.

3. Crie uma vitrine virtual atrativa

Quem tem uma loja virtual precisa estar criando, constantemente, estratégias para atrair seu público-alvo.

A dica é atrair apostando em uma vitrine virtual muito bem planejada para conseguir impactar, expondo seus melhores produtos.

Uma vitrine virtual permite uma linguagem visual bem mais ampla, podendo ser usada de diversas formas, tais como:

  • Um espaço exclusivo em seu site para destacar alguns produtos;
  • Um catálogo online que pode ser compartilhado nas redes sociais, expondo produtos de maneira estratégica;
  • Como um link divulgado para os seus clientes no WhatsApp.

4. Faça promoções

É preciso entender que, principalmente no setor infantil, não vale somente focar em datas do tipo Black Friday, Dia das Crianças, Natal, pois a cada minuto tem um bebê nascendo ou alguma criança fazendo aniversário.

Por isso, invista constantemente em promoções de todo tipo. Porém, lembre-se: os tempos são outros, o consumidor está mais exigente e atento às estratégias de marketing do mercado. Por isso, até mesmo na hora de promover produtos, é preciso que isso seja feito de uma forma planejada.

Nesse sentido, aposte em oferecer algo a mais, que faça com que o cliente considere mais vantajoso comprar em sua loja, assim que ele vir seu produto no Google Shopping, por exemplo.

Considere embutir o preço do frete no produto, já que o valor cobrado pelo envio é um fator determinante para os consumidores.

Acredite, segundo pesquisas, as vendas com frete grátis aumentaram em 41% no ano passado.

Mas fique de olho na concorrência – às vezes, oferecer frete grátis ainda não é o bastante. Por isso, considere outros benefícios, como cupons, brindes, kits, sorteios, que também são ótimas estratégias que ajudam a aumentar as vendas de sua loja infantil.

5. Mantenha seus clientes leais e satisfeitos

Um cliente bem cuidado voltará para comprar novamente em sua loja. Um cliente mal cuidado voltará para manchar a imagem da sua marca, afastando clientes em potencial.

O fato é que não basta captar novos clientes. Para ter sucesso, uma marca precisa fidelizá-los, mantendo-os leais e satisfeitos.

Manter uma boa base de clientes seguindo sua marca nas redes sociais é muito importante. Por isso que nutrir essa relação é fundamental. Ao fidelizá-los, isso ajudará a aumentar sua receita.

Portanto, procure engajar seus clientes com conteúdos personalizados e relevantes em suas redes sociais.

6. Invista em parcerias

Se pretende seguir a dica número um e oferecer diferentes produtos em seu catálogo, buscar parcerias pode ser a solução.

Seja com produtos, ou mesmo com conteúdos, lives, enfim. As parcerias podem ajudar a ganhar mais visibilidade e, consequentemente, seguidores, o que faz toda a diferença em um e-commerce.

Por isso, busque parcerias para promover ações de marketing digital ou até trabalhar com estoque compartilhado, unir brinquedo e roupas, ou acessórios e roupas. Isso pode ser bom para ambas as lojas, sendo elas competidoras diretas ou indiretas.

7. Aposte em influenciadores

Estamos em plena era digital, com influenciadores ganhando a atenção de milhões de internautas, conquistando um espaço considerável dentro da publicidade.

Por isso, busque fazer parcerias com influenciadores – claro, desde que façam sentido para sua marca. Como eles conseguem alcançar muitas pessoas, isso ajudará a promover seus produtos no meio digital.

Ou seja, dependendo do quanto puder investir, buscar a parceria com algum influenciador com engajamento no segmento infantil pode ser uma ótima estratégia.

8. Use as redes sociais com sabedoria

Sem dúvida, não dá para pensar em ter presença digital atualmente sem que isso passe, necessariamente, por ter uma página nas maiores redes sociais.

Porém, não basta apenas ter uma página, é preciso usá-la com sabedoria, já que é uma das melhores formas de se aproximar dos seus clientes, e atrair novos consumidores.

E as melhores plataformas, no momento, para sua loja apostar são Facebook e Instagram.

Mas é preciso saber usar as redes sociais com sabedoria, tirando delas todo o seu grande potencial, postando conteúdos relevantes periodicamente, e não só expondo produtos e seus preços. Ou seja, utilizar essa plataforma como uma ponte para poder conversar com seus clientes, obter feedbacks e melhorar o relacionamento com eles.

E, claro, aproveitar o Facebook Ads ou Instagram Ads, ferramentas que permitem veicular anúncios segmentados (e com valores muito pequenos) em feed, stories etc., em formato de fotos, vídeos e carrossel, com o objetivo de gerar cliques, conversões, vendas ou só como forma de promover e consolidar a marca.

9. Venda mais usando o WhatsApp

Rápido, grátis e já faz parte do dia a dia de um bilhão de pessoas no mundo todo. Certamente, ele não poderia ficar de fora das estratégias de vendas de sua loja de roupas infantis.

Sim, estamos falando do WhatsApp, aplicativo de mensagens instantâneas, que já faz parte de nossa vida e acabou assumindo mil e uma utilidades. Assim, desde permitir falar com a família, amigos e paquerar, permite realizar compras. Por isso, cada vez mais, as marcas estão usando essa ferramenta em sua estratégia de marketing.

O WhatsApp permite melhorar as vendas, divulgar em primeira mão todas as novidades de sua loja, além de mostrar as promoções. Enfim, ajuda a construir ou a melhorar o relacionamento com os clientes.

Por isso, na hora de montar suas estratégias, não se esqueça de inserir o WhatsApp, investindo em um atendimento mais direto, rápido e personalizado, possibilitando que os clientes tirem dúvidas e até ofereçam sugestões para a sua loja.

10. Não subestime o e-mail marketing

Engana-se quem pensa que e-mail marketing está ultrapassado. Na verdade, ele é uma ferramenta imprescindível para o sucesso de qualquer e-commerce ou loja virtual. O problema é saber usá-la.

Especialmente importante na hora de fidelizar clientes, compartilhar novidades e converter visitas ao site em compras, o e-mail marketing funciona como um excelente canal de comunicação com os clientes e, portanto, não pode ser subestimado.

Dentre muitas possibilidades, ele permite segmentar as mensagens e personalizá-las para cada grupo de leads, transformando toda a jornada de compra em interações totalmente exclusivas.

Por exemplo, pode incentivar o cliente a retornar à sua loja informando-o sobre as novidades e, até mesmo, oferecendo descontos exclusivos.

No mais, existem ferramentas que ajudam a trabalhar com e-mail marketing, como MailChimp ou Mailer Lite, as mais populares nesse serviço.

Leia também: Benefícios do marketing de influenciadores para seu comércio eletrônico

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER