Acesso rápido

Varejo com impacto social: você já pensou nisso?

por Ricardo Cabianca Quarta-feira, 01 de novembro de 2017   Tempo de leitura: 4 minutos

Nos últimos dois ou três anos, todo o varejo passou por muitas dificuldades em relação às vendas por conta da crise que estamos vivenciando e pela mudança de comportamento dos consumidores.

Todo o varejista sofreu, e ainda sofre, para conseguir ter o melhor preço de seu produto em relação à concorrência, sem que a tão sofrida margem seja eliminada e tentando efetivamente converter aquela visita do consumidor em uma venda.

No ambiente digital, isto é mais difícil ainda, visto que várias abas dos browsers são abertas para avaliar os produtos e seus preços, os comparadores de preços da mesma forma são fonte de busca dos consumidores, e por fim, a evolução dos marketplaces deu espaço para produtos de procedência duvidosa, consequentemente com preços muito mais atrativos.

Existem pesquisas que apontam que, num ambiente de compras online, os consumidores tendem a ser menos fiéis aos seus fornecedores de produtos. E mais: uma pesquisa da ABRAS (Associação Brasileira de Supermercados) aponta que 74% dos consumidores são infiéis ao ponto de venda e coloca uma parcela de “culpa” deste número a oferta ilimitada de uma variedade de produtos em uma variedade de lojas, sobretudo, online.

O Instituto de Pesquisas IPSOS apontou em pesquisa recente que, com a perspectiva de melhora da economia brasileira, existe uma tendência de mudança no comportamento do consumidor, não sendo mais o preço dos produtos o principal fator de tomada de decisão de compra.

A Edelman publicou um estudo que aponta que, mesmo ainda no fim da recessão, 56% dos brasileiros compram motivados por causas.

Isso tudo demonstra que existe uma forte tendência de que os consumidores irão prestar muita atenção nos seus fornecedores de produtos. É claro que já faz parte da cartilha básica de todos os varejos, sobretudo do comércio eletrônico, de que é preciso investir muito na experiência do consumidor e na jornada que vai desde o momento que ele encontra sua loja online, até depois de receber o produto.

Mas gostaria de trazer outro ponto que pode fazer muito efeito no resultado da sua loja online, mas muito mais do que isto, fazer com que você – que é dono/dona ou trabalha em um varejo eletrônico – tenha muito mais orgulho e satisfação da sua atividade profissional.

Trata-se da adoção de um posicionamento de Impacto Social.

Para ilustrar um pouco como funciona esse posicionamento: existe um movimento mundial, uma certificação chamada de SistemaB, desenvolvida pela BLab que identifica as melhores empresas PARA o mundo. Isso mesmo: o “PARA” está em letras maiúsculas para realmente diferenciar do conceito “tradicional” que as empresas possuem de serem as melhores DO mundo.

E uma empresa melhor PARA o mundo é aquela que, além de continuar realizando suas atividades profissionais, vendendo seus produtos ou serviços, gerando lucro, pagando dividendos, etc, também coloca em seu DNA a preocupação em criar impactos positivos na sociedade.

Isto ainda é novo no Brasil e mais novo ainda no varejo.

O mais importante é saber que já existem algumas oportunidades para a sua loja online se diferenciar das demais, assumindo uma postura de Impacto Social. Não apenas para ter o “selinho de bondade”, isso o consumidor já não tolera, mas para consolidar uma postura autêntica, pensada, estruturada e usada com inteligência para gerar resultados positivos para as vendas da sua loja online.

Sim, é permitido fazer o bem e ter lucro ao mesmo tempo!

Pense nisso.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.