Acesso rápido

Empreendedores de e-commerce: vamos falar de sucesso!

por Eduardo Bento Terça-feira, 19 de dezembro de 2017   Tempo de leitura: 4 minutos

Neste período do ano normalmente começamos a refletir e fazer uma retrospectiva de metas alcançadas, desafios superados e questões inacabadas. É muito normal que as pessoas foquem nas questões inacabadas, pois este é o lado negativo, que puxa a nossa atenção, tira nosso foco e acaba com o nosso sono. Existem desafios de diversas camadas, sociais, pessoais e profissionais, por isso amigos, precisamos falar de sucesso.

Muitas vezes olhamos para a crítica como um instrumento de persuasão de campanhas políticas, pois ela serve para chamar atenção dos problemas e erros cometidos, mas não conseguimos enxergar que do lado crítico está também a marcação cerrada e estratégia de contenção do adversário, querendo pará-lo a qualquer momento, fazendo valer o famoso “antijogo”.

Seguindo nesta linha de raciocínio, estamos com a bola e precisamos saber jogar o jogo do adversário ou estabelecer o nosso estilo próprio de resolver as situações. Podemos chamar isto de atitude vencedora ou estratégia de sucesso, mas o que eu posso afirmar, é que as pessoas com esta atitude simplesmente possuem um brilho diferente no domínio da bola, têm seu estilo de jogo próprio e não focam nos problemas, mas sim nas soluções. Por isso acabam pensando sempre à frente.

Mas o que isto tudo tem a ver com varejo eletrônico? O que podemos fazer para dominar o jogo que está sendo jogado e avançar rumo ao sucesso? Como podemos elaborar uma estratégia própria de negócio, sem se preocupar em jogar o jogo dos adversários? E como podemos focar mais em vencer do que o medo de perder? Estas são algumas das perguntas que você tem dentro de si mesmo, mas não tem coragem de assumir um compromisso com seu negócio, com você, com seu ciclo profissional e social.

Para ter um 2018 recheado de vitórias, precisamos entrar aqui em um consenso, vamos parar de falar dos problemas e vamos falar do nosso sucesso, vamos analisar por que tivemos sucesso quando demos os primeiros passos em nossas vidas, por exemplo?

Muitos dirão que era instinto, outros dirão que era por necessidade, mas eu vos digo, estávamos buscando a nossa liberdade. O ser-humano não gosta de se sentir preso a situações limitantes, temos uma inquietação com relação as necessidades básicas para viver, assim como para buscar conforto e felicidade.

Porém não lembramos que ao tentar caminhar tropeçamos e caímos diversas vezes, assim como buscamos ajuda de alguém ao lado para nos segurar por alguns passos, muitas e muitas vezes nos machucamos e mesmo assim não desistimos, seguimos em frente até descobrir que precisávamos nos comunicar.

A comunicação nem sempre fluiu, nem sempre você soube dizer palavras negativas da melhor forma e garanto que as descobriu bem depois das palavras positivas, como um ‘eu te amo, mamãe, papai’ ou simplesmente pedir para ir ao banheiro.

Mas o que tudo isso tem a ver com comercio eletrônico? O que eu posso fazer para esquecer as coisas negativas e seguir a saga da positividade? Como enfrentar este monstro chamado derrota e quebrar a barreira dos meus problemas com logística?

Como chamar o meu fornecedor e mostrar para ele que a conta não está fechando? Como falar com meus meios de pagamento e pedir para que eles sejam menos robóticos e mais humanos? Como sentir o tato do mercado e precificar meus produtos conforme a necessidade da minha empresa e não do meu mercado? Como mostrar para os meus clientes que eu sou bom pelo que entrego?

Isso depende muito da forma com que você encara os seus desafios, a forma como você joga com a bola, a maneira com que você conduz os seus problemas, o jeito como você trata as pessoas, o tempo que você se dedica pensando nas derrotas e não nas vitórias e as maneiras para vencer.

Se a cada dia que passar, você se focar em um planejamento de 5 ações, divididas em: 1 grande ação, 2 médias e 3 rápidas para resolver um problema, em 10 dias você irá resolvê-la. Se o seu problema for maior, quebre-o em etapas, se o seu desafio for tão complicado que não consegue solucionar sozinho, envolva pessoas mais competentes que você para ajudá-lo.

Se você não sabe por onde começar, comece fazendo um exercício de trás para frente: imagine que você já venceu, como teria sido esta vitória? Quais foram as pessoas que você tinha ao seu lado? Qual foi a maneira que você se entregou para esta vitória? Como foi o caminho traçado para chegar lá?

O importante é não parar, não pensar e remoer o resultado negativo, não ficar pensando durante meses ou anos no que deu errado, mas sim em todas as vezes que você foi lá e conseguiu, teve êxito. Posso não ter respondido todas as perguntas que você pensou que eu responderia, mas com certeza você falará de sucesso e não de fracassos.

Só pelo fato de estarmos no segmento que mais cresce, no momento mais excitante de todos os tempos, em um dos países mais desafiadores para fazer negócios, porém com as pessoas mais criativas do mundo, com milhares de oportunidades já temos uma boa pista!

E para falarmos de sucesso não precisamos falar baixinho, não precisamos ter vergonha, não precisamos ter medo. Colocaram em nossas cabeças a tal da inveja, que é feio falar de nossas conquistas, de nossas virtudes e de todas as vezes que superamos os nossos desafios.

Com isso, falamos somente dos problemas, dos erros, dos fracassos. Isso é uma insanidade, não podemos começar 2018 pensando assim, vamos recuperar o tempo perdido nos últimos 3 anos com essa crise violenta que passamos. Mas só vamos superar este momento com parcerias, desenvolvimento de negócios, ideias positivas para frente e falando muito em vitorias.

E em sua vida pessoal, não fique esperando amanhã, fale ‘eu te amo’ assim como você falava quando não tinha medo de ser julgado, peça ajuda como você pedia para dar os primeiros passos e não hesite em falar errado, mas fale para abrir os pulmões e gritar quando você atingir as vitórias!

Desejo a todos um feliz 2018, com muitas conquistas e pensamentos positivos!

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

O projeto E-Commerce Brasil é mantido pelas empresas:

Oferecimento:
Hospedado por: Dialhost Transmissão de Webinars: Recrutamento & Seleção: Dialhost Métricas & Analytics: MetricasBoss

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.