Acesso rápido

Além da troca de pontos e milhas: tendências e novidades dos programas de fidelidade de viagens

por Henrique Donnabella Quarta-feira, 14 de agosto de 2019   Tempo de leitura: 6 minutos

A cada minuto, cinco novas empresas abrem suas portas no Brasil. Em um mercado tão competitivo, a capacidade de retenção de clientes é um fator determinante para a consolidação do sucesso de uma marca.

É verdade que a fidelização dos consumidores vem aumentando no país. De acordo com a ABEMF (Associação Brasileira das Empresas no Mercado de Fidelidade), houve um aumento de quase 15% nas assinaturas de programas de fidelidade no Brasil no ano passado. A fidelidade está começando a se tornar uma tendência. Por isso, as empresas precisam explorar esse momento, criando e implementando estratégias de negócios em torno do assunto.

O setor de viagens continua crescendo. Segundo uma pesquisa realizada este ano pela Toluna Insights, a pedido da Collinson, 30% dos consumidores disseram ter interesse em assinar um clube pago de hotéis ou companhias aéreas. Apesar de toda a informação disponível sobre o consumidor, apenas 50% das empresas afirmou coletar dados sobre seus clientes, perdendo oportunidades relevantes de oferecer ofertas personalizadas.

Parcerias entre marcas

Parcerias entre marcas capazes de gerar flexibilidade de recompensa para toda a base de clientes dos programas de fidelidade são um bom exemplo de estratégia focada na valorização e nos interesses e expectativas dos clientes. Oferecendo a melhor experiência de marca possível, especialmente quando apenas 38% dos consumidores se sentem recompensados por sua fidelidade às marcas de viagens (de acordo com um estudo recente da Collinson).

Segundo o Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC, por suas siglas em inglês), o turismo corresponde a 8% do PIB brasileiro. Segundo a Organização Mundial de Turismo (OMT), o mercado de viagens aumentou mais de 4% no ano passado em todo o mundo.

O segmento de turismo tornou-se altamente competitivo, com novas empresas sendo criadas em todos os seus setores. Esses sinais de crescimento e de relevância no mercado podem ser aproveitados pelas marcas como uma oportunidade para oferecer diferentes serviços e experiências relacionadas a fidelização para desenvolver uma base sólida de clientes.

Fidelidade do consumidor

Existe uma tendência global de lançamento e adesão chamado de Paid Loyalty – programas de fidelidade que criam planos pagos para oferecer uma experiência ainda mais relevante aos seus clientes. Na condição de pagante, o cliente que não atinge a frequência de compra esperada pela empresa, e consequentemente não consegue obter as vantagens e benefícios através do programa de fidelidade gratuito, passa a ter uma opção de contribuir financeiramente para ter acesso a estes serviços e benefícios.

Benefícios econômicos ainda são muito esperados e desejados pelos consumidores, mais de 60% disseram que preferem clubes de assinaturas que proporcionem descontos e promoções. Contudo, serviços preferenciais, ilimitados ou eventos exclusivos já ocupam um espaço importante na expectativa do consumidor (quase 40%).

Os clubes de assinatura são uma ótima ferramenta por si só e quando inseridos num programa de fidelidade gratuito. É necessária uma calibração cuidadosa das empresas para atingir seus objetivos de engajamento com sucesso.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.