Acesso rápido

Tendências 2020 de marketing de conteúdo

por Rodrigo Carvalho Marinho Terça-feira, 30 de julho de 2019   Tempo de leitura: 7 minutos

Todos os anos, novas soluções e novidades são apresentadas em todos os segmentos produtivos. Novas necessidades de mercado também surgem. O empreendedor que quer o melhor conteúdo em seu projeto deve estar atento a estas tendências. Selecionamos algumas tendências de marketing digital que estarão em evidência em 2020. Confira!

Formato ondemand

Que tal oferecer diferentes formatos de conteúdo para diferentes públicos, fazendo esta divisão em uma mesma plataforma? Por exemplo, se o seu e-commerce oferece diferentes tipos de serviço por nível – plano free, plano médio e plano premium – como será possível criar conteúdo diferenciado alinhado com cada tipo de usuário?

Ou se o seu negócio é oferecer cursos on-line – plano iniciante, intermediário e avançado – veja que um conteúdo para iniciante no blog não vai atrair tanto a atenção do cliente que está em um plano avançado. Que estratégias são necessárias e quais os formatos ideais para cada um dos públicos?

Oferecer conteúdo em formato on demanda é uma tendência muito forte no marketing de conteúdo, uma vez que já é utilizado em plataformas de filmes, por exemplo, onde a pessoa consome o serviço conforme a necessidade.

Realidade aumentada

A tecnologia é essencial para o desenvolvimento de qualquer empresa. E cada vez mais o marketing de conteúdo amplia o uso de recursos tecnológicos para ter os melhores resultados. Que tal implementar novas tecnologias nas suas estratégias de conteúdo?

Por exemplo, se tem um negócio imobiliário e vende/aluga on-line imóveis, que tal caprichar no conteúdo e ainda oferecer uma experiência de realidade aumentada no site para que o usuário se sinta 360º dentro do empreendimento? Se o seu negócio on-line é de cursos e treinamentos, como a realidade aumentada pode fazer com que os alunos aprendam mais e isso seja um diferencial?

Gamificação

Outro exemplo de tecnologias aplicadas à criação de conteúdo é a gamificação. É possível interagir com o público através de games e recursos que exijam uma resposta do usuário, permitindo que ele acesso outros conteúdos ou receba vantagens por isso. Isso exige um conteúdo de contexto e um conteúdo específico dentro do próprio game.

Múltiplas mídias, diferentes formatos

Sabe-se que o conteúdo escrito para blog, por exemplo, que tem mais condições de resultados na otimização, é perfeito para fazer linkagens internas e externas e permite uma série de estratégias alinhadas com outras plataformas.

Mas a tendência para 2020, como segue há alguns anos, é explorar outras mídias, como o vídeo, por exemplo, que atinge um número muito maior de pessoas, apesar de nem sempre ter as vantagens do conteúdo escrito. A dica é explorar diferentes formatos em um mesmo lugar e dar possibilidades de interação ao público.

Storytelling

Você sabe contar histórias? O storytelling não é uma novidade no universo do marketing, mas deve se intensificar em 2020, ainda mais na produção de conteúdo. A ideia é criar um conteúdo contando uma história, utilizando elementos específicos, como personagem, ambiente, conflito e uma mensagem, com começo, meio e fim, como um roteiro, o que é muito comum entre os conteudistas.

A ideia é estreitar laços, motivar emoções do usuário e permitir uma comunicação mais proxima com a marca. O objetivo é motivá-lo e levá-lo a uma ação.

Robotização

A robotização deve impactar todos os processos produtivos de uma empresa, da produção ao atendimento. É muito comum vermos chatbots e outros robozinhos em sites corporativos. Dificilmente, o robô vai criar um conteúdo tão rico e criativo que o ser humano, mas podemos criar conteúdos melhorados linguisticamente que ajudem os mecanismos de Inteligência Artificial a se tornarem mais dinâmicos. Marketing de conteúdo com foco no aprimoramento de processos inteligentes artificialmente é uma tendência.

Conteúdo educativo e conteúdo pago

Você sabe porque cada vez mais as pessoas buscam infoprodutos (como e-books e cursos on-line)? Porque querem aprender mais, obter conhecimentos e saberes úteis a algum propósito que possuam. Isso fez com que muitos e-commerces e plataformas de resultados digitais e afiliados se tornassem uma febre. O fato é que as pessoas estão dispostas a pagar para terem a informação e os conteúdos que precisam.

O conteúdo pago é uma modalidade cada vez mais comum e disponibilizada até mesmo por site de empresas. A estratégia é sempre fornecer conteúdo gratuito e de qualidade, bem como dar opções de conteúdo pago para o aprofundamento, sempre dentro de uma estratégia bem construída.

Já falamos anteriormente que “educar” o usuário pode ser um dos propósitos do marketing de conteúdo. Ele pode aprender mais sobre o seu produto ou como utilizar um serviço e ainda obter vantagens. Neste caso, através do conteúdo a empresa ensina o usuário. E você pode utilizar diferentes recursos para isso.

O conteúdo pago pode ser um dele. Por exemplo, se o seu e-commerce vende um software específico, pode vender um curso ou certificação de aprofundamento sobre como tirar mais vantagens da ferramenta. As grandes empresas mundiais, como a Microsoft fazem isso há décadas.

Leia também: Por que um e-commerce que faturava R$ 14 milhões ao ano encerrou as atividades

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.