Acesso rápido

Melhores técnicas e ferramentas para automação de Marketing em e-commerce

por Vitor Peçanha Quarta-feira, 11 de setembro de 2019   Tempo de leitura: 10 minutos

Com todas as demandas que permeiam o gerenciamento de um e-commerce, fica difícil ter tempo para resolver todas as questões manualmente. Assim, a automação de marketing se mostra como uma boa saída para que os donos das lojas virtuais consigam conciliar tudo o que precisa ser feito.

Além de trazer benefícios na otimização do tempo dos colaboradores e diminuir a taxa de abandono do carrinho, a automação de marketing pode ajudar você também a fidelizar uma quantidade maior de clientes.

Para tanto, é necessário contar com ajuda de ferramentas de automação. Se você quer saber como implantar uma em sua empresa e quais as melhores opções do mercado, siga a leitura conosco!

Como implantar a automação em seu e-commerce?

A automação de marketing para e-commerce precisa ser pensada antecipadamente, caso o seu negócio ainda não viva essa realidade. Primeiramente, a equipe responsável por cuidar dessas demandas precisará se adequar às novas práticas e, mais do que isso, deverá pensar em estratégias que contemplem a automação. Isso faz toda a diferença na conquista de bons resultados!

Além da questão humana, há também a busca pelos recursos fundamentais, que basicamente se resumem a ferramentas de automação eficazes e de destaque.

Algumas são mais gerais, enquanto outras são específicas, voltadas à análise de métricas de redes sociais ou disparos de email marketing. Veja a seguir quais são as etapas fundamentais da implementação da automação!

Escolha uma ferramenta completa

Uma ferramenta de automação de marketing para e-commerce é o primeiro ponto a ser analisado em um processo de implementação dessa prática.

Sem esses softwares é impossível programar atividades, contar com tarefas sendo executadas de modo independente e garantir o monitoramento de métricas e KPIs. Visto que existem várias opções, essa busca se limita à adequação.

É preciso avaliar quão completa é essa ferramenta em relação ao que ela vai proporcionar à rotina do marketing da empresa. Algumas são capazes de desempenhar tarefas de diversos tipos dentro das necessidades cotidianas.

Fundamental mesmo é avaliar se elas entregam o que o time de marketing precisa e se a contratação da solução está dentro de um custo-benefício realmente atraente.

Outro ponto que faz muita diferença é em relação à integração da ferramenta com a plataforma de e-commerce utilizada pela empresa. Isso vai significar um acompanhamento mais rigoroso dos resultados das vendas, acessos, visitas e qualquer outra atividade que acontece no site.

Se há integração, essas informações são captadas com mais facilidade, tornando o trabalho mais dinâmico e simples.

Defina uma equipe com visão analítica

De nada adiantaria ter boas ferramentas sem uma equipe que soubesse trabalhar com as perspectivas que esses softwares oferecem. Os dados serão parte crucial do trabalho e, para que eles sejam relevantes, é preciso ter uma visão mais analítica dos resultados.

Por conta disso, a empresa deve se certificar que seu time de marketing tenha profissionais que compreendam o que os números representam.

Se necessário, esses profissionais devem ser buscados no mercado, para tornar o trabalho cada vez mais estratégico. A automação de marketing para e-commerce vai otimizar tarefas fundamentais para a rotina da empresa, no entanto, a execução correta desses trabalhos depende do entendimento dos resultados.

Os dados virão em grande escala, mas lidar com eles é uma outra etapa do trabalho. É justamente por conta disso que muitas empresas resolvem direcionar suas demandas de marketing para agências especializadas.

A terceirização é vista como um recurso importante para manter os resultados satisfatórios, o que é possível se a automação for bem aproveitada pela empresa.

Estabeleça rotinas operacionais em relação aos softwares

Quando se trata de automação de marketing para e-commerce, a eficiência dos resultados está diretamente ligada à maneira como a empresa faz uso dos softwares.

Ter um sistema que deixa as tarefas em automático é a grande busca, porém, a forma como ele funciona depende de quem está por trás dessa operação. Por conta disso, é fundamental estabelecer rotinas de tarefas coerentes com a estratégia e as necessidades que a empresa tem.

Afinal, de que adiantaria usar uma das ferramentas mais modernas de automação se os colaboradores não conseguissem manter um disparo adequado de e-mail marketing?

O mesmo vale para o monitoramento de redes sociais e suas métricas, assim como a publicação de posts ou anúncios impulsionados. É preciso definir quais atividades e quando elas serão executadas pelos sistemas.

A cada tarefa executada, diagnósticos de resultados serão oferecidos como respostas, com ampla base de dados para ser analisada. Também faz parte da operação checar regularmente esses números e então criar documentos que possam ser compartilhados com colaboradores que estarão ligados à etapa de análise.

Adeque o planejamento à realidade de automação

Quando uma empresa tem uma estrutura sólida de automação, ou seja, um time pronto para lidar com os resultados e softwares adequados, a realidade do trabalho tende a mudar. Maiores possibilidades estarão no horizonte, seja na mensuração de métricas, seja na execução de tarefas. Por conta disso, o planejamento já deve ser pensado de outra forma, desde o início dos trabalhos.

Uma empresa que não tem a automação de marketing para e-commerce não está capacitada a fazer um trabalho de remarketing para gerar conversões diante da navegação de seus consumidores.

Como ter um trabalho eficiente para saber quais páginas cada usuário visitou e então posteriormente indicar publicidade específica? Manualmente, isso é praticamente impossível de ser feito.

Essa realidade proporcionada pela automação precisa ser pensada desde a fase de planejamento das ações de marketing. Somente dessa forma o setor trabalhará com uma estratégia que explore todas as suas possibilidades operacionais.

O plano de marketing precisa ser adequado, uma vez que os recursos de automação trazem uma realidade mais animadora na execução de campanhas e ações, assim como também no monitoramento de resultados.

O que esperar de uma ferramenta de automação de marketing?

Todo trabalho de automação de marketing para e-commerce passa por uma ferramenta. Você acompanhou ao longo deste conteúdo as possibilidades e as vantagens de trabalhar com fluxos e tarefas automatizadas. Cada uma dessas situações passa por um software qualificado.

Alguns são mais abrangentes, outros mais específicos, mas a questão é que eles entregam o que o time de marketing precisa no cotidiano, seja no monitoramento de métricas, seja na execução de tarefas. Veja a seguir como essas ferramentas são usadas e o que se pode esperar delas a nível de funcionalidade!

Suporte para redes sociais

As redes sociais são indispensáveis para que um e-commerce trabalhe no posicionamento diante do mercado. Por lá é possível gerar proximidade com o público, veicular campanhas, atender e ainda impulsionar posts de produtos. As ferramentas dão suporte para muitas dessas tarefas, automatizando algumas demandas básicas como:

  • monitoramento de interações;
  • acompanhamento de métricas e engajamento;
  • agendamento de posts;
  • configuração de segmentação para publicações;
  • desenvolvimento de postagens em uma plataforma à parte.

Automação de e-mail marketing

As estratégias de email marketing anda são extremamente relevantes para fidelizar e manter um bom relacionamento com os consumidores. Essa estratégia também ajuda na nutrição de leads, fazendo com que eles sejam conduzidos adequadamente pelo funil de conversão. As ferramentas voltadas aos emails dão suporte para:

  • disparo de emails para uma base de contatos segmentada;
  • monitoramento de métricas de entrega dos emails;
  • configuração de layout das mensagens;
  • configuração de fluxos de nutrição dentro de campanhas com leads.

Captar leads

As ferramentas de automação de marketing para e-commerce ajudam, por meio de landing pages, a capturar informações importantes de usuários, ou seja, obter leads. Isso é fundamental para que a empresa siga captando interessados que, com um trabalho de nutrição, possam se tornar clientes. A captação é feita com as ferramentas por meio de:

  • criação de formulários para landing page;
  • mensuração de números de leads captados;
  • criação de botões de CTA.

Gerenciar clientes

Uma vez que o lead é qualificado, ou seja, está pronto para realizar uma compra, ele automaticamente pode ser integrado ao CRM da empresa. Isso só acontece com o suporte de um software que automatize essa integração entre as ferramentas. Uma vez presentes na base de dados do CRM, é possível automatizar:

  • alertas para contato com os leads;
  • oportunidades de envio de email marketing;
  • atualização do histórico de atendimento e de compras.

Acompanhar métricas e KPIs do e-commerce

Essa talvez seja a possibilidade mais geral, mas também uma das mais importantes. A automação dá o suporte necessário para que haja um acompanhamento constante de todos os dados relacionados ao e-commerce, especialmente avaliando a atividade de visitantes. É possível monitorar métricas como:

  • taxa de abandono de carrinho;
  • número de visitantes diários e mensais;
  • ticket médio;
  • páginas mais acessadas no site;
  • produtos mais acessados.

Quais são as melhores opções de ferramentas?

Há ótimas opções de ferramentas de automação de marketing para e-commerce, o que geralmente causa dúvidas na hora de fazer escolhas. Entre as principais, vale a pena se manter atento às mais usadas, ou seja, que têm grande aceitação no mercado. Podemos citar:

  • RD Station — ferramenta brasileira que cuida de SEO, email marketing, geração de leads e muitas outras demandas fundamentais;
  • HubSpot — gigante mundial, a ferramenta da HubSpot é completa e também se integra ao CRM da marca, referência nesse tipo de software;
  • Mautic — opção gratuita, a Mautic otimiza o trabalho de automação para redes sociais, email marketing, nutrição de leads e campanhas gerais para a web.

É praticamente impossível se sustentar no mercado e conduzir estratégias dinâmicas sem ter uma automação de marketing para e-commerce! Afinal, o varejo virtual precisa ter um trabalho forte de monitoramento de resultados, além da necessidade de se manter eficiente no relacionamento com o público a na expansão da marca.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.