Acesso rápido

Suas taxas de abertura andam baixas? Veja como melhorar seus resultados!

por Rodrigo Gonçalves Quarta-feira, 11 de janeiro de 2017   Tempo de leitura: 4 minutos

Bloqueios antispam são considerados as primeiras barreiras no sucesso do e-mail marketing. Além disso, há o filtro de entregabilidade, que direciona as mensagens recebidas para a caixa de entrada (inbox) ou para a pasta spam.

Se considerarmos como vencidas essas primeiras barreiras, as taxas de abertura do e-mail marketing são o primeiro grande desafio para os gestores de marketing digital. De fato, é a abertura que permite as inúmeras possibilidades de interação para o destinatário e é o primeiro passo para as conversões acontecerem. O problema é que estas taxas podem não estar atingindo os melhores patamares possíveis. Na verdade, na maioria dos casos, estão mesmo abaixo do esperado.

Frequentemente, o foco do planejamento do e-mail marketing fica voltado para o layout do e-mail. Imagens, principalmente. Sabemos que o layout é uma parte muito importante do e-mail marketing, mas somente depois que os destinatários já abriram seu e-mail, não é mesmo?

Mas, como melhorar as taxas de abertura? O importante é ficar de olho em seus relatórios e deixar que suas bases “conversem” com você, falando sobre suas preferências. Veja alguns pontos importantes nessa análise:

Ponto 1: horários de envio

O horário de envio de suas campanhas de e-mail marketing deve ser monitorado a partir das interações de seus destinatários em campanhas anteriores. Mas, por quê?

A explicação é simples: seus destinatários possuem comportamentos rotineiros de leitura de e-mails. Entender esse comportamento ajudará a entregar suas mensagens na hora certa, com atenção do destinatário e no topo da caixa de e-mail. Além disso, determinados horários possuem uma incidência menor de envios. Logo, a competição por espaço no inbox e os gargalos de recebimento do provedor podem ser evitados.

Ponto 2: criação da linha de assunto

O assunto é o elemento que convencerá (ou não) o destinatário a abrir o seu e-mail, uma vez que ele o tenha recebido corretamente (preferencialmente na caixa de entrada).

Entre tantas outras inúmeras linhas de texto, abordando os mais diversos assuntos, vantagens, ofertas, avisos, e o que mais a imaginação de anunciantes (e spammers) permitir, qual é o elemento que compõe a sua linha de assunto que destacará o seu e-mail dos demais e convencerá o destinatário a clicar em seu e-mail? Certamente não é “não perca!”.

É preciso saber de antemão que os velhos recursos de CAIXA ALTA, e s p a ç a m e n t o de uma palavra, entre outras “trapaças” são constantemente monitoradas pelos serviços antispam dos provedores e, consequentemente, tiram você da jogada antes mesmo de começar. Bloqueios na certa.

Lembre-se que o assunto deve ser curto, direto ao ponto e oferecer um diferencial. Cuidado com a ordem das informações. Você tem cerca de 70 caracteres úteis, que são exibidos sem corte nas telas. Priorize as palavras-chave no começo da linha de assunto para não perdê-las com a quebra de linha do webmail ou app de celular.

Apelos promocionais como “oferta exclusiva para e-mail” devem ser reais, ou seja, não adianta oferecer algo com exclusividade pelo canal e-mail se a mesma oferta puder ser encontrada na sua página principal.

Ponto 3: uso do preheader

O preheader é um recurso incrível para aumentar suas taxas de abertura. É simples: o que chamamos de preheader é, na verdade, o velho preview das mensagens da sua caixa de entrada. Ou seja, aquele pequeno texto onde podemos ler um pedacinho do conteúdo de um e-mail que recebemos.

A diferença está na capacidade que temos de usar esse preview a nosso favor, fortalecendo a comunicação: ele é configurável! Ao invés de mostrar a primeira linha do seu e-mail, ele pode exibir uma linha de texto programada por você.

A função dessa linha programável é auxiliar a linha do assunto do e-mail. As aberturas do e-mail têm como principal mecanismo de convencimento a linha do assunto. Se houver uma segunda linha, aumentam as chances para que essa abertura aconteça.

Você encontra mais detalhes sobre o preheader nesse vídeo (https://www.youtube.com/watch?v=sfebTX4GUbA&t=1s).

Ponto 4: segmentação

Quando enviamos e-mails para uma base não segmentada, atingimos pessoas que podem não estar interessadas no conteúdo que oferecemos, por mais bem planejados que possam ser os nossos apelos.

Por isso, a segmentação é fundamental nesse processo: conhecer as preferências dos destinatários ajuda a direcionar o assunto, seu conteúdo, linguagem e recursos (como o uso ou não de emojis).

A segmentação também colabora no sentido de reduzir custos e, assim, otimizar o ROI das ações. Campanhas enviadas para menos pessoas que realmente trarão interação colaboram para aumentar sua entregabilidade, taxas de aberturas e cliques e, é claro, vendas.

Não se preocupe com o fato de, eventualmente, não possuir dados para as segmentações clássicas (demográfica, geográfica, social, econômica, etc.). O e-mail marketing permite, através de seus relatórios comportamentais, outros tipos de segmentações, como perfil de compra, geolocalização, preferências de cliques, entre muitas outras.

Ponto 5: endereço remetente

O e-mail remetente? Certamente! A confiabilidade que sua marca traz é uma forte aliada para as aberturas do e-mail marketing. Quem nunca ignorou a linha de assunto e abriu um e-mail, simplesmente porque era “daquela marca”?

Não se esqueça disso na hora de enviar seu e-mail marketing. E você pode usar também outro recurso muito importante: a máscara do remetente.

Ela funciona assim: ao invés de receber um e-mail, por exemplo, de contato@email2b.com, você recebe um e-mail de Email2b, sem descrição do endereço. Como isso é feito? Fácil! Basta cadastrar seu remente com a máscara antes do endereço de e-mail entre os sinais de maior e menor. Por exemplo: Email2b <contato@email2b.com>

Ponha estas orientações em prática no seu dia-a-dia e note como suas taxas de abertura começarão a ter uma significativa melhora. Fique atento também à todas as demais etapas do planejamento do e-mail marketing, faça a higienização e validação de suas listas de e-mails e obtenha melhores resultados.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.