Seu e-commerce está preparado para a Geração Z?

por Murilo Borrelli Quinta-feira, 30 de setembro de 2021   Tempo de leitura: 3 minutos

Considerada a primeira geração de nativos digitais, a Geração Z compreende os indivíduos nascidos entre 1995 e 2010, representa praticamente um terço da população mundial e 20% do público brasileiro. Com hábitos e características peculiares, é preciso entender, a fundo, como esse grande público de comporta e quais são as suas expectativas de consumo. Até porque eles podem ser, hoje, os maiores clientes do seu e-commerce.

Legião superconectada

Como meios preferidos de navegação, os dispositivos móveis são os mais utilizados pelos jovens da Geração Z. Entretanto, eles valorizam experiências únicas e personalizadas, que agreguem valor. Além da plataforma de comércio eletrônico, as lojas físicas contam bastante para sua experiência de compra, assim como a aplicação da tecnologia, tanto no presencial como no online. A experimentação virtual pode ser uma das funcionalidades a serem exploradas.

Vídeos, streamings, influencers

Grandes consumidores de vídeos e streamings, segundo uma análise feita pela Infobase| Interativa, as plataformas favoritas dessa geração são o YouTube, consumido por 96% dos jovens avaliados, seguido pelo Instagram, com 74% de presença. Inclusive, no que diz respeito ao poder dos influenciadores, presentes nesses canais, 52% dos indivíduos confiam nas recomendações de marcas feitas por esses perfis. Entretanto, é preciso transparência, pois 88% frisaram a importância de esses conteúdos serem autênticos e genuínos sobre seus interesses.
Na prática, sua marca precisa estar presente nessas plataformas e a parceria com influenciadores pode ser de grande valor, desde que você escolha os perfis certos, que tenham sintonia com os produtos que serão oferecidos.

Expectativas e confiança

A Geração Z é caracterizada por ser pouco paciente e desapegada. Prezam pela qualidade de vida e entre seus principais valores estão a liberdade, a comunidade e a individualidade. A busca pela resolução de conflitos é refletida, também, em seus hábitos de compra. Eles buscam saber a origem dos produtos, se a empresa segue os parâmetros de ética e responsabilidade socioambiental, assim como evitam adquirir itens de companhias envolvidas em escândalos e esperam respostas rápidas sobre suas dúvidas e possíveis problemas enfrentados.

Um público, diversos canais de atendimento

A limitação a apenas um meio de contato com a marca pode ser algo frustrante diante do imediatismo da Geração Z. Por isso, quanto mais canais de atendimento puderem ser oferecidos, melhor. WhatsApp, redes sociais, chats, e-mail e SMS sao o mínimo que eles esperam de suporte. Até porque levar mais de um dia para ter uma dúvida sanada, ou um contratempo resolvido, pode ser um grande obstáculo para fidelizar esse público.

Linguagem específica

Donos de trejeitos, termos e abordagens específicas em sua comunicação, aplicar a linguagem da Geração Z nos canais de sua marca, especialmente nas redes sociais, pode fazer a diferença aos que priorizam a identificação com o que seu produto entrega. Na dúvida, apostar na estratégia de vídeos curtos e dinâmicos pode ajudar a transmitir os valores que sua marca precisa.

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER