Sequestro de estoque na Black Friday 2021: pagamento instantâneo pode solucionar

por Jéssica Mazza Segunda-feira, 19 de julho de 2021   Tempo de leitura: 7 minutos

Como empreendedor de e-commerce, você já está calejado de saber que precisa ofertar as mais variadas formas de pagamento na sua loja virtual para garantir que o abandono de carrinho não se torne um problema ainda mais latente no seu negócio.

Afinal, cerca de 8% das desistências de compras do e-commerce se dão pela limitação da oferta de métodos de pagamento – os dados são da Moosend.

No entanto, quem está no backoffice desse sistema sabe o quanto algumas formas de pagamento são melhores ou piores do que outras quando se pensa em estoque, logística e conciliação.

O boleto bancário, buscado por 17% dos clientes de e-commerce que fazem compras via computador e 15% quando a aquisição é feita em smartphone, de acordo com o levantamento da SBVC, é o melhor exemplo disso.

Esse método ainda tem um apelo expressivo no mercado, então não é viável deixar de oferecê-lo. No entanto, depois que o boleto é emitido, o seu negócio tem um custo fixo, que varia em torno de R$ 3,00 a R$ 4,00 por boleto pago, além de um prazo de vencimento de cerca de três dias para o cliente fazer o pagamento e, ainda, uma demora de mais dois ou três dias para ter a compra realmente finalizada – demora essa que não é compatível com a agilidade e imediatismo que imperam nas relações virtuais.

E o problema não para por aí! A demora na confirmação da compra reflete em um grande problema: a gestão de estoque. Em sazonalidades com grande volume de vendas, como é o caso da Black Friday, essa questão se acentua.

Sequestro de estoque: oportunismo gerado com o boleto bancário

Aproveitando esse gap do prazo de vencimento das compras por boleto, muitos varejistas, de má-fé, fazem pedidos na concorrência com essa forma de pagamento e, claro, não efetuam o pagamento. Assim, deixam os produtos fora de circulação durante esses dias, comprometendo as vendas do outro e-commerce.

A Black Friday é a ocasião na qual esse problema acontece com mais intensidade, afetando principalmente médios e grandes e-commerces.

Problema complexo, mas com uma simples solução

Essa prática é absolutamente desagradável – a concorrência é muito saudável para proporcionar as melhores condições de mercado para o consumidor final e, jamais, para prejudicar de forma desleal os demais empreendedores que também veem na data uma oportunidade para melhorar o faturamento.

Mas, se não se pode contar com a idoneidade de todos os varejistas, existem outras maneiras de garantir que o seu e-commerce não passe por isso.

Na Black Friday 2021 temos um aliado e tanto para isso: o Pix! O pagamento instantâneo do Banco Central atende muito bem os clientes dispostos a fazer compras à vista, como é o caso dos pedidos reais feitos por boleto, e ainda conta com a comodidade de autorização da compra em cerca de 10 segundos.

Para o seu e-commerce, o Pix também dispõe de inúmeras vantagens: conciliação quase que instantânea, uma melhor gestão de estoque, envio do pedido mais ágil para o consumidor – que acarreta uma boa reputação para a sua marca -, sem contar a segurança, evitando o transtorno do sequestro de estoque.

A adesão do Pix está consolidada entre os consumidores, já habituados a usar a funcionalidade como um substituto para as transferências bancárias. Então, o que falta mesmo é o seu e-commerce aderir a essa novidade.

Pix não enfrenta problemas com fraude?

Sim, já existem oportunistas se especializando em fraudes no Pix. No entanto, elas têm como público-alvo os consumidores e não os lojistas.

Dessa forma, é preciso criar uma educação do público para não cair nesses golpes, sendo que os mais comuns são pedir informações por WhatsApp e telefone ou enviar link por SMS.

Do lado do lojista, o que deve ser feito é contar com um meio de pagamento seguro e oferecer o Pix com sistema de cobrança via QR code dinâmico.

O QR code dinâmico permite que uma única transação seja realizada com ele. Por ser exclusivo e gerado por um sistema, torna-se uma maneira mais segura de fazer pagamentos via Pix.

Vale lembrar ainda que no QR code é possível incluir outras informações do recebedor – detalhe importante para garantir a sua devida identificação.

Prepare o seu e-commerce para a Black Friday 2021

Se você ainda não usa o Pix no seu e-commerce, desde já é importante buscar meios para implementar esse meio de pagamento na sua loja. Assim, quando a data mais promocional do ano chegar, o seu negócio estará pronto para atender os clientes com essa novidade e, de quebra, evitar o sequestro de estoque.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER