Projeto mantido por:

SEO para YouTube: como aplicar as técnicas de otimização no seu canal

por Juliana Spadotto Pineda Sexta-feira, 17 de dezembro de 2021   Tempo de leitura: 14 minutos

Você certamente já ouviu falar sobre SEO e sobre como as estratégias de otimização para os mecanismos de busca auxiliam para que o seu e-commerce seja facilmente encontrado através de uma palavra-chave.

O que pouca gente sabe é que essas estratégias podem e devem ser utilizadas também no YouTube, visto que a plataforma oferece o seu próprio sistema de busca para que os usuários encontrem facilmente os canais e vídeos sobre os assuntos que procuram.

Essa estratégia é fundamental para o sucesso da sua loja. Caso ainda esteja em um processo inicial, veja este guia para começar e ter sucesso com o seu e-commerce!

Neste artigo, vou falar sobre como aplicar as técnicas de SEO também no YouTube para aumentar o seu número de visualizações e inscritos e garantir um experiência única para os seus usuários.

Mas, antes de iniciarmos com a parte técnica, vamos entender um pouco mais sobre o poder dessa Rede Social?

O YouTube em números

Fundada em 14 de fevereiro de 2005 nos Estados Unidos, a plataforma foi comprada pelo Google em 2005 e de lá pra cá não parou de crescer.

Tanto que se consolidou como o segundo maior buscador do mundo com 113 milhões de pessoas com 18 anos ou mais que consomem conteúdo no YouTube mensalmente.

Funcionando também como um canal de entretenimento, aprendizado e um novo meio de expandir negócios, o YouTube auxilia de forma direta o empreendedorismo, a aprendizagem, a diversidade e a expansão de um negócio que já existe.

É o que mostrou o relatório Impacto do YouTube Brasil: contribuição econômica, social e cultural da plataforma para o país em 2020.

Acompanhe alguns números bem relevantes:

  • 87% das empresas que possuem um canal no YouTube concordam que o YouTube os ajuda a entender seus consumidores;
  • 85% das empresas que possuem um canal no YouTube concordam que o YouTube desempenha um importante papel ajudando a aumentar sua base de clientes;
  • 92% das pequenas e médias empresas que possuem um canal no YouTube concordam que estar no YouTube contribui para que clientes encontrem seus negócios mais facilmente;
  • 85% das pequenas e médias empresas que anunciam no YouTube concordam que os anúncios do YouTube ajudam a aumentar suas vendas.

Como otimizar e facilitar a entrega de conteúdos no YouTube através de SEO

Faça a pesquisa de palavras-chave

O primeiro passo para que essa otimização ocorra é fazer a pesquisa da palavra-chave. Isto é, pesquisar qual o termo que vai sinalizar para o buscador sobre o que seu vídeo está falando e entregá-lo de acordo com a intenção do usuário.

As formas de pesquisar qual a palavra-chave melhor atende a intenção do seu vídeo ou canal são as mais diversas possíveis.

Ferramentas de pesquisa de palavras-chave

Existem diversas ferramentas de pesquisa de palavras-chave que podem ajudar você na busca pela palavra-chave ideal. Confira algumas delas:

Keyword Tool.io

Essa ferramenta é bastante eficiente para a pesquisa de palavras-chave. Em sua aba de busca você pode selecionar se está buscando uma palavra-chave para o Google, YouTube, Bling, entre outros canais. Ela também possui uma versão paga, mas a versão gratuita já atende bem às expectativas e é uma ótima opção de pesquisa.

SemRush

Uma ferramenta completa que entrega ao usuário muito mais do que o volume de busca de uma palavra-chave. Apesar de pago, o SemRush é oferece diversas informações relevantes e pode ser utilizado em toda a sua estratégia de SEO.

Com o SemRush é possível ver o volume de busca da palavra-chave; qual a dificuldade que seu site terá para conseguir ranquear para ela; qual a intenção do usuário ao buscar pela palavra nos mecanismos de busca; e ainda, uma lista de variações da palavra-chave, perguntas e palavras-chave relacionadas.

Autocomplete do YouTube

Você pode até mesmo utilizar a própria aba de busca do YouTube para ver as palavras que se autocompletam ali. Conhecido também por aqui como preenchimento automático, o recurso é uma ótima opção para quem deseja saber o que está em alta no YouTube.

Insira a palavra-chave escolhida em vários campos do canal

Deliberada a palavra-chave que melhor define o seu conteúdo, insira o termo no título, nas tags e na descrição do vídeo.

Com a palavra-chave inserida em todas essas variáveis, o YouTube vai conseguir indexar seu conteúdo e o entregar efetivamente aos usuários.

O exemplo abaixo contém a palavra-chave no título, na descrição e as tags estão inseridas.

 

Inicie a descrição com a palavra-chave e capriche no título do vídeo

Entenda que essa é a forma que você tem para sinalizar ao buscador qual o conteúdo está sendo abordado no vídeo. Portanto, não economize nos caracteres e nem na criatividade.

Inicie a descrição do seu vídeo com o termo escolhido e também use-o no título do vídeo.

Não se esqueça de renomear o arquivo do vídeo com um nome contendo a palavra-chave. Afinal, isso também facilitará o processo de indexação e ranqueamento do seu conteúdo.

Como criar uma boa descrição para seus vídeos

Uma boa descrição deve atender à intenção do usuário e ajudar o buscador a catalogar e indexar melhor seu conteúdo. Para, enfim, entregar a quem pesquisa por determinada palavra-chave.

A seguir veja algumas dicas importantes para escrever uma boa descrição:

  • Coloque a palavra-chave do vídeo no início da descrição, para ela aparecer antes do botão “Mostrar mais”;
  • Pense na descrição do seu vídeo em duas partes: antes e depois do botão “Mostrar mais”. E insira um breve resumo nas primeiras linhas da descrição, para que o usuário logo de cara já saiba sobre o que você está falando no vídeo;
  • No restante do texto, que fica após “Mostrar mais”, forneça informações extras sobre o conteúdo do seu canal, redes sociais e até links de conteúdos complementares.

Adicione legendas ao seu vídeo

Mais do que um hack de SEO para YouTube, as legendas dizem muito sobre a sua marca e sobre como ela tem empatia com as diferenças. Isso porque as legendas foram criadas para pessoas com deficiência ou que possuem alguma outra limitação auditiva.

Porém, utilizar a legenda pode trazer benefícios para o seu conteúdo, pois elas ajudam para a melhora no ranqueamento orgânico de um conteúdo.

Crie playlists com conteúdos relacionados

Nada mais desanimador para o usuário do que estar imerso em um conteúdo e não ter nenhum conteúdo relacionado no vídeo a seguir.

Mais do que auxiliar para a melhora do ranqueamento orgânico do seu vídeo, essa prática otimiza a experiência do usuário, uma vez que já deixa disponível na playlist vídeos com conteúdos relacionados.

Produza conteúdos mais aprofundados

Segundo pesquisas, os vídeos mais bem posicionados na plataforma tendem a ter mais de 10 minutos de duração. Portanto, a dica é: produza conteúdos mais ricos e mais longos, mas fique atento se o seu vídeo responde à dúvida ou à intenção do usuário. Se isso não acontecer, de nada adianta fazer vídeos longos. Seu conteúdo não vai ranquear bem no YouTube.

Como tornar seu vídeo mais atrativo e reter a atenção dos usuários

O YouTube entende que quanto mais tempo as pessoas passam assistindo seu vídeo, mais relevante ele é. Aí a importância de prestar atenção na retenção de público.

A seguir, veja algumas dicas de como deixar seu vídeo mais atraente:

  • Faça um bom roteiro e defina tudo o que você vai falar em seu vídeo antes de gravar. Essa parte é imprescindível para organizar seu conteúdo e suas ideias;
  • Apresente seu conteúdo de forma criativa nos primeiros 15 segundos iniciais do vídeo, para prender a atenção do público e despertar curiosidade;
  • Use um bom gancho que desperte a curiosidade nos seus usuários e mostre uma prévia ou o valor do seu conteúdo;
  • utilize uma interrupção padrão: troque de ângulo, mostre uma imagem ou um gráfico interessante, de modo que seu vídeo não fique idêntico visualmente do começo ao fim.

Compartilhe nas redes sociais

Nada melhor do que utilizar as redes sociais para gerar engajamento com o seu conteúdo. Portanto, compartilhar seu vídeo ou seu canal nas redes sociais pode ser considerado como um sinal social que pode ajudar a disseminar seu conteúdo para mais pessoas.

Sendo assim, compartilhe, peça curtidas no vídeo, incentive o engajamento e mantenha suas demais redes atualizadas.

Conclusão

Considerar a intenção do usuário, seja qual for a plataforma e o buscador, é o primeiro passo para entender como o SEO funciona — e, assim, aplicar as técnicas de otimização para os motores de busca.

Independentemente do buscador, é de suma importância fazer uma autoavaliação e responder à pergunta: será que meu conteúdo responde à dúvida da pessoa que procurou pela palavra-chave?

Se a resposta for afirmativa, tenha certeza de que aplicando essas dicas, seu conteúdo será entregue aos usuários do YouTube com muito mais clareza e os resultados serão excelentes.

Se a resposta for negativa, será preciso recalcular a rota e entender um pouco mais sobre o conceito de SEO — para finalmente colocar em prática as otimizações e conseguir atingir os resultados.

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

1 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER