Acesso rápido

Como otimizar o SEO de imagens para e-commerces

por Júlio Paiva Terça-feira, 15 de agosto de 2017   Tempo de leitura: 4 minutos

Otimizar as imagens dos seus produtos é uma parte fundamental quando o objetivo é posicionar seu e-commerce. E o motivo não poderia ser mais simples: as fotos têm um alto poder de gerar tráfego, principalmente a partir das pesquisas feitas em motores como o Google Images.

Mas, como podemos otimizar as imagens dos produtos para aumentar as visitas de um e-commerce? Hoje, vamos ver algumas dicas sobre como dar mais visibilidade a seus produtos.

1. Crie nomes de arquivos enriquecidos com keywords

Incluir keywords nos nomes dos arquivos é fundamental. Mas, além disso, é importante que as palavras-chave das imagens sejam o mais descritivas possível. Ou seja, o SEO de imagens começa pelo nome do arquivo. Mesmo que o Google não as veja, o ideal é fazer com que ele saiba o que elas mostram.

Quando for definir os nomes dos arquivos dos produtos, é fundamental ser direto e claro. Nada de usar os nomes default que as câmeras atribuem automaticamente. Por exemplo, se você vende mobiliário, use mesa-de-vidro-marca.jpg e não DSC5467.jpg.

Incluir a marca pode ajudar a ganhar o clique das buscas mais específicas. Faça um teste: tente procurar, por exemplo, por mesa de cabeceira provence. Faça o download das imagens que aparecem nas primeiras ocorrências e você vai perceber que todas têm a keyword buscada como nome do arquivo.

Ou seja, o nome do arquivo da imagem ajuda os motores de buscas a determinar quais são as entradas mais adequadas a exibir. Inclua a palavra-chave desejada, mas não exagere na quantidade de termos, isso pode fazer inclusive com que você seja classificado negativamente.

Use hífen para separar os termos e não o sinal de underline. Não use palavras como “a” ou “o”, não agregam valor algum às keywords específicas.

2. Não deixe o texto Alt vazio

A principal função da Alt tag é proporcionar uma descrição alternativa sobre o arquivo da imagem. O Google lê o atributo alt para tentar decodificar sua relação com a página e conteúdo onde foi incluída.

Por outro lado, nos casos em que a imagem, pelo motivo que seja, não pode ser visualizada, o atributo descreve seu conteúdo para o usuário.

Assegure-se de completar as Alt tags de todas as imagens. O WordPress, por exemplo, conhece a importância dessa tag e antes da postagem avisa quando algumas imagens não têm o campo preenchido

Mais um argumento? Programas como Jaws (para navegação de deficientes visuais) usam o atributo para informar do que se trata a imagem. Pode não ter diretamente a ver com SEO, mas, porque não tornar sua página universalmente acessível e alcançar ainda mais consumidores?

3. O tamanho importa

Se a velocidade de carregamento de um site for rápida, a página é indexada com maior facilidade, além de proporcionar uma experiência do usuário mais agradável.

As imagens interferem, e muito, no tempo de carregamento, especialmente quando você tem que esperar que um arquivo gigante – como uma foto de 2000×1000 pixels – seja exibida em um tamanho muito menor, como 200 x 100 px.

Uma velocidade de carregamento baixa interfere na classificação atribuída à sua web pelos algoritmos dos mecanismos de busca. Pior ainda: se você fizer o cliente esperar muito para ver o produto, ele vai acabar indo procurar em outro lugar. Sobre isso, confira algumas estatísticas:

  • A Amazon calculou que aumentar os tempos de carregamento em apenas um segundo poderia significar perder US $ 1,6 bilhão em vendas anualmente.
  • Segundo a Kissmetrics, 47% dos usuários espera que uma página carregue completamente em menos de 2 segundos; e que 40% abandonam a web se a mesma demorar mais de 3 segundos para ser exibida.

E não é só no que se refere às imagens publicadas em e-commerces que o tamanho importa!

Quando pensamos em como programar postagens no instagram, o uso de plataformas de automação também se vê facilitado pela carga de arquivos com tamanho otimizado.

A rede social de Mark Zuckerberg também presta muita atenção a este aspecto. Na hora de pensar como programar publicações no facebook, as imagens têm especial relevância para o algoritmo que, literalmente, decide o que os usuários vão ver.

Tanto é que, mesmo em fotos publicadas pelo mesmo usuário, as de tamanho inferior costumam gerar menos interação e render menos social signals.

Resumindo: use o menor tamanho possível, sem comprometer a qualidade da visualização. E já que o uso de boas imagens nos e-commerces é fundamental para ajudar o consumidor a decidir, você pode oferecer uma opção no estilo pop-up para que o usuário possa ver o arquivo em maior resolução, caso deseje. E nunca use o código HTML para diminuir a imagem exibida, reduza o arquivo.

4. Sitemap de imagens

Adicionar suas imagens a seu sitemap XML ajuda o Google a indexar suas imagens, portanto, assegure-se de fazer isso para melhorar o SEO das fotos, gráficos e outros tipos de conteúdos visuais da sua página.

Como no caso do sitemap, que você já conhece, o de imagem serve para fornecer informações adicionais ao Google quando ele rastreia uma página.

Pode conduzir motores de busca a imagens que poderiam ser difíceis de encontrar, como as que um site exibe por meio do JavaScript code. As imagens podem ser adicionadas a um sitemap existente ou a um arquivo separado.

Acima de tudo, suas imagens podem cumprir uma importante função quando o objetivo é aumentar as conversões do seu e-commerce. Usar essas estratégias ajuda sua web a receber uma classificação mais elevada nos motores de busca, o que leva, diretamente, a mais vendas.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.