Acesso rápido

Como otimizar o SEO de imagens para e-commerces

por Júlio Paiva Terça-feira, 15 de agosto de 2017   Tempo de leitura: 4 minutos

Otimizar as imagens dos seus produtos é uma parte fundamental quando o objetivo é posicionar seu e-commerce. E o motivo não poderia ser mais simples: as fotos têm um alto poder de gerar tráfego, principalmente a partir das pesquisas feitas em motores como o Google Images.

Mas, como podemos otimizar as imagens dos produtos para aumentar as visitas de um e-commerce? Hoje, vamos ver algumas dicas sobre como dar mais visibilidade a seus produtos.

1. Crie nomes de arquivos enriquecidos com keywords

Incluir keywords nos nomes dos arquivos é fundamental. Mas, além disso, é importante que as palavras-chave das imagens sejam o mais descritivas possível. Ou seja, o SEO de imagens começa pelo nome do arquivo. Mesmo que o Google não as veja, o ideal é fazer com que ele saiba o que elas mostram.

Quando for definir os nomes dos arquivos dos produtos, é fundamental ser direto e claro. Nada de usar os nomes default que as câmeras atribuem automaticamente. Por exemplo, se você vende mobiliário, use mesa-de-vidro-marca.jpg e não DSC5467.jpg.

Incluir a marca pode ajudar a ganhar o clique das buscas mais específicas. Faça um teste: tente procurar, por exemplo, por mesa de cabeceira provence. Faça o download das imagens que aparecem nas primeiras ocorrências e você vai perceber que todas têm a keyword buscada como nome do arquivo.

Ou seja, o nome do arquivo da imagem ajuda os motores de buscas a determinar quais são as entradas mais adequadas a exibir. Inclua a palavra-chave desejada, mas não exagere na quantidade de termos, isso pode fazer inclusive com que você seja classificado negativamente.

Use hífen para separar os termos e não o sinal de underline. Não use palavras como “a” ou “o”, não agregam valor algum às keywords específicas.

2. Não deixe o texto Alt vazio

A principal função da Alt tag é proporcionar uma descrição alternativa sobre o arquivo da imagem. O Google lê o atributo alt para tentar decodificar sua relação com a página e conteúdo onde foi incluída.

Por outro lado, nos casos em que a imagem, pelo motivo que seja, não pode ser visualizada, o atributo descreve seu conteúdo para o usuário.

Assegure-se de completar as Alt tags de todas as imagens. O WordPress, por exemplo, conhece a importância dessa tag e antes da postagem avisa quando algumas imagens não têm o campo preenchido

Mais um argumento? Programas como Jaws (para navegação de deficientes visuais) usam o atributo para informar do que se trata a imagem. Pode não ter diretamente a ver com SEO, mas, porque não tornar sua página universalmente acessível e alcançar ainda mais consumidores?

3. O tamanho importa

Se a velocidade de carregamento de um site for rápida, a página é indexada com maior facilidade, além de proporcionar uma experiência do usuário mais agradável.

As imagens interferem, e muito, no tempo de carregamento, especialmente quando você tem que esperar que um arquivo gigante – como uma foto de 2000×1000 pixels – seja exibida em um tamanho muito menor, como 200 x 100 px.

Uma velocidade de carregamento baixa interfere na classificação atribuída à sua web pelos algoritmos dos mecanismos de busca. Pior ainda: se você fizer o cliente esperar muito para ver o produto, ele vai acabar indo procurar em outro lugar. Sobre isso, confira algumas estatísticas:

  • A Amazon calculou que aumentar os tempos de carregamento em apenas um segundo poderia significar perder US $ 1,6 bilhão em vendas anualmente.
  • Segundo a Kissmetrics, 47% dos usuários espera que uma página carregue completamente em menos de 2 segundos; e que 40% abandonam a web se a mesma demorar mais de 3 segundos para ser exibida.

E não é só no que se refere às imagens publicadas em e-commerces que o tamanho importa!

Quando pensamos em como programar postagens no instagram, o uso de plataformas de automação também se vê facilitado pela carga de arquivos com tamanho otimizado.

A rede social de Mark Zuckerberg também presta muita atenção a este aspecto. Na hora de pensar como programar publicações no facebook, as imagens têm especial relevância para o algoritmo que, literalmente, decide o que os usuários vão ver.

Tanto é que, mesmo em fotos publicadas pelo mesmo usuário, as de tamanho inferior costumam gerar menos interação e render menos social signals.

Resumindo: use o menor tamanho possível, sem comprometer a qualidade da visualização. E já que o uso de boas imagens nos e-commerces é fundamental para ajudar o consumidor a decidir, você pode oferecer uma opção no estilo pop-up para que o usuário possa ver o arquivo em maior resolução, caso deseje. E nunca use o código HTML para diminuir a imagem exibida, reduza o arquivo.

4. Sitemap de imagens

Adicionar suas imagens a seu sitemap XML ajuda o Google a indexar suas imagens, portanto, assegure-se de fazer isso para melhorar o SEO das fotos, gráficos e outros tipos de conteúdos visuais da sua página.

Como no caso do sitemap, que você já conhece, o de imagem serve para fornecer informações adicionais ao Google quando ele rastreia uma página.

Pode conduzir motores de busca a imagens que poderiam ser difíceis de encontrar, como as que um site exibe por meio do JavaScript code. As imagens podem ser adicionadas a um sitemap existente ou a um arquivo separado.

Acima de tudo, suas imagens podem cumprir uma importante função quando o objetivo é aumentar as conversões do seu e-commerce. Usar essas estratégias ajuda sua web a receber uma classificação mais elevada nos motores de busca, o que leva, diretamente, a mais vendas.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.