SaaS – Software as a Service: você sabe o que é e como funciona?

por Weslley Costa Quinta-feira, 26 de agosto de 2021   Tempo de leitura: 4 minutos

Com a evolução das tecnologias e a acessibilidade à Internet, tornou-se mais comum e fácil o acesso a serviços na nuvem como telefonia, streaming de vídeo, entre outros. Mas você sabe o que é um modelo de Software as a Service (SaaS)?

Neste conteúdo, vamos falar um pouco sobre:

  • Qual o conceito de SaaS?
  • Segmentos de empresas que mais utilizam o modelo SaaS
  • Métricas para acompanhar em empresas SaaS

Qual o conceito de SaaS?

SaaS, também conhecido por Software as a Service, que traduzido do inglês quer dizer Software como um Serviço, nada mais é do que uma solução de tecnologia que é utilizada por meio da Internet que pode ser contratada como um serviço.

Esse tipo de serviço é utilizado na nuvem, ou seja, você não precisa instalar em uma máquina para utilizá-lo. Já de início, podemos notar o benefício de não precisar de um hardware ou software para mantê-lo atualizado e funcionando, e você pode utilizá-lo de qualquer lugar.

O modelo, além do benefício já citado acima, conta com funcionalidades que podem agilizar a facilitar processos da sua empresa, tais como:

  • Baixo custo de manutenção e atualização
  • Facilidade, já que o único recurso necessário é um dispositivo conectado à Internet
  • Possibilidade de integração com outros softwares

Agora que você já sabe o que é o modelo SaaS, vamos ver alguns exemplos de segmentos que utilizam esse tipo de negócio.

3 segmentos de empresas que utilizam modelo SaaS

Atendimento ao consumidor

O primeiro setor que vamos discutir são os softwares de atendimento ao cliente que também utilizam o modelo SaaS. Neste segmento, os usuários concentram todos os canais de atendimento utilizados por uma empresa em uma só plataforma, centralizando todas as interações dos clientes, independentemente do canal que foi utilizado.

Com uma plataforma SaaS de atendimento, sua empresa pode atender sem a necessidade de um programa instalado no computador. Assim, basta contar com um dispositivo conectado à Internet.

CRM

Os softwares de CRM, ou de Customer Relationship Management, são plataformas de automação de marketing e gestão de relacionamento com o cliente.

Esse tipo de serviço ajuda a sua empresa a aproximar a relação com seus clientes, além de auxiliar na estratégia de marketing como um todo.

ERP

Enterprise Resource Planning, ou Sistema de Gestão Integrado, são softwares que permitem gerenciar todas as áreas de um negócio por meio de um sistema integrado.

Alguns dos principais processos que utilizam ferramentas de ERP para auxiliar no dia a dia são as áreas de faturamento, compras, estoque, RH e projetos. Mas existem diversas outras áreas que podem contar com uma ferramenta ERP.

Portanto, uma vantagem que vale ressaltar é que, como a maioria das ferramentas SaaS, um software ERP pode ser integrado com outras ferramentas específicas de cada área e fazer uma gestão 360 de todos os processos da empresa.

Principais métricas para acompanhar em um modelo SaaS

Vejamos agora algumas principais métricas para se acompanhar em um modelo Software as a Service.

LTV (Lifetime Value)

Utiliza-se o Lifetime Value, ou Valor de Tempo de Vida, para avaliar quanto o cliente gera, em média, de receita para a empresa durante o tempo de relacionamento.

Essa métrica tem três principais pilares: o tempo médio do relacionamento em anos, a frequência de compras no ano e o ticket médio gasto por cliente. Se o cliente permanece muito tempo na empresa, realiza compras com frequência e gasta muito, seu LTV é bastante alto. Por outro lado, se o LTV está abaixo do esperado, é preciso fazer um bom diagnóstico para compreender o que está ocorrendo, para então criar uma ação corretiva para tentar reverter a situação.

O Valor de Tempo de Vida é bastante utilizado em modelos SaaS, pois é uma métrica que dá previsibilidade sobre as entradas futuras.

CAC (Custo de aquisição do cliente)

Na métrica de Customer Acquisition Cost (Custo de aquisição do cliente), o intuito é entender qual o valor total investido para conquistar um novo cliente.

Aqui, é importante avaliar todos os esforços que são colocados para aquisição de novos clientes, desde de Marketing e Vendas até os softwares utilizados para o acompanhamento dos novos leads.

Para o cálculo do CAC, você utilizará o somatório de todos os investimentos feitos divido pelo número total de clientes adquiridos em um período.

MRR (Monthly Recurring Revenue)

Por fim, o MRR é um indicador utilizado para medir a expansão da receita recorrente mensal. Esses dados se referem ao aumento da receita de clientes já existentes na base.

É importante acompanhar este indicador a fim de ter previsibilidade sobre o faturamento do mês e assim entender onde é necessário colocar maiores esforços na sua estratégia de marketing.

 

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER